Pente fino do Bolsa Família pode cortar cerca de 10 milhões de beneficiários; saiba mais

Pente fino do Bolsa Família

Vários beneficiários do atual programa de transferência de renda Programa Auxílio Brasil estão preocupados com os próximos meses. Isso porque o programa social vai mudar e deve passar a se chamar Bolsa Família com alguns benefícios e novas regras. Todas essas mudanças levantaram questões sobre organização, possíveis barreiras e métodos de pagamento.

O ministro do Desenvolvimento Social, Wellington Dias, anunciou que o pente fino do Bolsa Família começará em fevereiro.

Porém, a partir do próximo mês, os interessados ​​em aderir ao esquema, além dos que já participam, terão que atualizar as informações no Cadastro Único (CadÚnico).

Segundo o ministro, mais de 40 milhões de famílias estão cadastradas no CadÚnico. No entanto, nem todos são contemplados pelo Bolsa Família. Em 2022, o programa atendeu mais de 21 milhões de brasileiros.

10 milhões de famílias podem perder o Bolsa Família

Desde novembro do ano passado, o presidente Lula vem informando sobre a necessidade de atualizar o CadÚnido e acompanhar de perto os beneficiários do Bolsa Família. Isso porque vários órgãos do governo encontraram indícios de que o programa estava fazendo repasses indevidos.

Segundo o ministro do Desenvolvimento Social, estima-se que o Bolsa Família receba indevidamente 10 milhões de beneficiários. Desse montante, 6 milhões viriam de famílias unipessoais, ou seja, aquelas que são constituídas por apenas uma pessoa.

Além disso, o recadastramento também é necessário para que o governo faça o repasse adicional de R$ 150 prometido na campanha eleitoral. Afinal, é preciso saber quais das famílias brasileiras vulneráveis ​​têm filhos de até 6 anos.

Então a questão é que o programa chegue às famílias que realmente precisam, atingindo seu objetivo de reduzir os índices de pobreza e desigualdades sociais.

Como vai funcionar?

Ao contrário do Auxílio Brasil, o Bolsa Família exigirá certas condições. Assim, para receber os R$ 600, as famílias precisarão garantir que seus filhos tenham boa frequência escolar e estejam com a carteira de vacinação em dia.

Outras novidades ainda não foram divulgadas. No entanto, o Ministro do Desenvolvimento Social ainda não se reuniu com os Ministros da Educação e da Saúde para chegar a um acordo sobre o acompanhamento.

Organização do Bolsa Família: bloqueios e pagamentos

Os beneficiários poderão ficar tranquilos quanto aos meios de pagamento utilizados pelo novo governo. Isso porque o novo Bolsa Família usará os mesmos métodos existentes de transferência de valores mensais. Assim, as famílias dos beneficiários poderão receber da seguinte forma:

  • Aplicativo Caixa tem;
  • Antigos cartões com a logomarca do Bolsa Família;
  • Novos cartões com a logomarca do Auxílio Brasil;
  • Agências da Caixa Econômica Federal, lotéricas ou correspondentes Caixa Aqui.

Calendário Auxílio Brasil janeiro de 2023

Mais de 21 milhões de beneficiários devem começar a receber o mínimo de R$ 600 a partir da próxima quarta-feira, dia 18, de acordo com o Número do Cadastro Social (NIS) final, mas nenhum adicional de R$ 150. Os pagamentos continuarão pelos próximos dez dias úteis até 31 de janeiro, veja:

  • Beneficiários com NIS de final 1 recebem dia: 18 de janeiro;
  • Beneficiários com NIS de final 2 recebem dia: 19 de janeiro;
  • Beneficiários com NIS de final 3 recebem dia: 20 de janeiro;
  • Beneficiários com NIS de final 4 recebem dia: 23 de janeiro;
  • Beneficiários com NIS de final 5 recebem dia: 24 de janeiro;
  • Beneficiários com NIS de final 6 recebem dia: 25 de janeiro;
  • Beneficiários com NIS de final 7 recebem dia: 26 de janeiro;
  • Beneficiários com NIS de final 8 recebem dia: 27 de janeiro;
  • Beneficiários com NIS de final 9 recebem dia: 30 de janeiro;
  • Beneficiários com NIS de final 0 recebem dia: 31 de janeiro;

Além disso, apesar do calendário oficial do Bolsa Família já divulgado pelo Ministério do Desenvolvimento Social, os beneficiários com data de recolhimento marcada para segunda-feira devem receber dois dias antes, no sábado. Confira os primeiros usuários:

  • Beneficiários com NIS final 4: pagamentos programadas para o dia 23 janeiro, mas recebem no sábado, dia 21 de janeiro;
  • Beneficiários com NIS final 9: pagamentos programadas para o dia 30 janeiro, mas recebem no sábado, dia 28 de janeiro;

Essa expectativa sempre esteve presente desde o início do programa Auxílio Brasil, que este ano será substituído pelo Bolsa Família. Isso porque o repasse das cotas às famílias é previsto pelo governo e pela Caixa Econômica Federal um dia antes da data marcada no calendário e apenas em dias úteis.

%d blogueiros gostam disto: