×

Até 7 milhões de beneficiários do Bolsa Família correm o risco de ter seus pagamentos bloqueados

Bolsa Família

Até 7 milhões de beneficiários do Bolsa Família correm o risco de ter seus pagamentos bloqueados

Até 7 milhões de beneficiários do Bolsa Família correm o risco de ter seus pagamentos bloqueados. Em resposta ao crescente número de fraudes em programas sociais federais, o governo brasileiro retomou a revisão do Cadastro Único para Programas Sociais (CadÚnico).

Essa medida visa principalmente os beneficiários do Bolsa Família, com o objetivo de identificar e prevenir o recebimento indevido do benefício.

Estima-se que cerca de 7 milhões de famílias tenham informações desatualizadas em seus cadastros do Bolsa Família.

 

Com a retomada da revisão do CadÚnico, esses beneficiários foram convocados a atualizar seus dados. Em caso de inconsistências, as famílias serão chamadas para uma atualização.

A falta de resposta pode resultar na suspensão do benefício.

Há diversas razões que podem levar à perda do benefício do Bolsa Família, incluindo a desatualização de dados.

Outras condições também envolvem:

  • Renda familiar superior à declarada;
  • Discrepâncias na quantidade de pessoas residindo no mesmo endereço;
  • Ausências escolares frequentes sem justificativa e não cumprimento do calendário de vacinação.

A atualização de dados não apenas evita a suspensão do Bolsa Família, mas também facilita o acesso a outros programas sociais.

Por isso, é importante que as famílias atendam às convocações para revisão cadastral e mantenham suas informações atualizadas.

Calendário de pagamentos para fevereiro e março do Bolsa Familia

O programa Bolsa Família, destinado a ajudar financeiramente famílias em situação de pobreza e extrema pobreza, já divulgou o cronograma de pagamentos para março de 2024.

Os pagamentos das parcelas de fevereiro do Bolsa Família serão efetuados junto com os do Auxílio Gás, de acordo com o último dígito do Número de Identificação Social (NIS) de cada beneficiário.

Confira as datas dos depósitos restantes:

NIS terminado em 7: 26 de fevereiro; NIS terminado em 8: 27 de fevereiro; NIS terminado em 9: 28 de fevereiro; NIS terminado em 0: 29 de fevereiro.

A seguir, veja os pagamentos de março:

  • NIS terminado em 1: 15 de março;
  • NIS terminado em 2: 18 de março;
  • NIS terminado em 3: 19 de março;
  • NIS terminado em 4: 20 de março;
  • NIS terminado em 5: 21 de março;
  • NIS terminado em 6: 22 de março;
  • NIS terminado em 7: 25 de março;
  • NIS terminado em 8: 26 de março;
  • NIS terminado em 9: 27 de março;
  • NIS terminado em 0: 28 de março.

Benefícios do Bolsa Família

Além do Benefício Básico, o programa Bolsa Família oferece diversos outros benefícios para atender às necessidades das famílias cadastradas.

Além do Auxílio Gás, os beneficiários podem receber:

  • Benefício de Renda de Cidadania: R$ 142 por membro da família;
  • Benefício Complementar: complementa o pagamento para famílias cujos benefícios totais não atinjam R$ 600;
  • Benefício Primeira Infância: oferece R$ 150 mensais para cada criança de zero a sete anos;
  • Benefício Variável Familiar: fornece uma parcela extra mensal de R$ 50 para gestantes e jovens de 7 a 18 anos;
  • Benefício Variável Familiar Nutriz: oferece um extra de R$ 50 para cada membro familiar com até sete meses de idade;
  • Benefício Extraordinário de Transição: garante que nenhum beneficiário receba menos do que o concedido no Auxílio Brasil. Este benefício estará disponível até maio de 2025.

Entre para o nosso grupo no facebook!

Para evitar o pente fino do Bolsa Família e garantir que seu benefício não seja bloqueado ou cancelado, siga estas medidas:

1. Mantenha seu Cadastro Único atualizado:

  • Compareça ao Centro de Referência de Assistência Social (CRAS) a cada dois anos para atualizar seus dados, mesmo que não tenha havido mudanças em sua situação.
  • Comunique ao CRAS qualquer mudança em sua renda, endereço, composição familiar, situação escolar, entre outras informações relevantes, no prazo de 30 dias.
  • Fique atento aos prazos e convocações do governo para atualização cadastral. Você pode ser notificado por:
    • Mensagem de texto (SMS)
    • Carta
    • E-mail
    • Aplicativo do Cadastro Único
  • Acesse o aplicativo do Cadastro Único para verificar a situação do seu cadastro, consultar pendências e agendar atendimento no CRAS.

2. Regularize pendências cadastrais:

  • Caso você tenha pendências em seu cadastro, como a entrega de documentos ou a realização de entrevistas, regularize-as o mais rápido possível.
  • Fique atento às solicitações do CRAS e responda aos questionamentos de forma completa e verídica.
  • Em caso de dúvidas, procure o CRAS ou ligue para o Ministério da Cidadania pelo número 121.

3. Tenha em mãos os documentos necessários:

  • Para atualizar seu cadastro, você precisará apresentar os seguintes documentos:
    • Documento de identidade de todos os membros da família (RG, carteira de trabalho, CNH, etc.)
    • CPF de todos os membros da família
    • Comprovante de renda de todos os membros da família (contracheque, carteira de trabalho, etc.)
    • Comprovante de residência atualizado (conta de luz, água, telefone, etc.)
    • Certidão de nascimento dos filhos
    • Cartão do Bolsa Família

4. Evite erros e inconsistências:

  • Ao atualizar seu cadastro, forneça informações precisas e verídicas.
  • Fique atento para não cometer erros ao preencher os documentos.
  • Em caso de dúvidas, peça ajuda ao CRAS.

5. Monitore seu benefício:

  • Acesse o aplicativo do Cadastro Único ou ligue para o Ministério da Cidadania pelo número 121 para consultar a situação do seu benefício.
  • Fique atento a qualquer mudança no valor do seu benefício ou no status do seu cadastro.

Dicas adicionais:

  • Participe de reuniões e eventos promovidos pelo CRAS para obter mais informações sobre o Bolsa Família e outros programas sociais.
  • Procure orientação jurídica gratuita em caso de dúvidas ou problemas com seu benefício.

Lembre-se:

  • O pente fino do Bolsa Família é um processo legal que visa garantir que o benefício seja direcionado às famílias que realmente precisam.
  • Ao manter seu cadastro atualizado e regularizado, você aumenta as chances de continuar recebendo o benefício.

Para mais informações: