Pular para o conteúdo

Apenas esses NIS poderão solicitar a cesta básica do Bolsa Família em agosto

Bolsa Família

Os beneficiários vinculados ao Bolsa Família têm a oportunidade de receber o auxílio por meio do programa Cesta Básica durante o mês de agosto.

Além disso, aqueles que fazem parte do Bolsa Família também têm a possibilidade de requerer a participação nesse benefício, desde que cumpram os requisitos estabelecidos. A seguir, apresentamos todas essas informações de forma detalhada para você.

O programa Cesta Básica assegura um montante de R$ 200 aos beneficiários do auxílio. No entanto, apesar da disponibilidade do novo benefício para todos os participantes inscritos, nem todos receberão as parcelas.

Adicionalmente, a responsabilidade pelo financiamento recai sobre as prefeituras, o que implica que determinadas cidades podem oferecer o benefício complementar, enquanto outras podem não fazê-lo.

Quanto ao procedimento de solicitação, os beneficiários devem dirigir-se a um ponto de atendimento do Cadastro Único para realizar o pedido.

Ao chegar ao local, basta solicitar o auxílio e seguir as orientações fornecidas pelo atendente. É fundamental verificar se o programa está liberado em seu município.

No que se refere ao recebimento dos valores, a parcela de R$ 200 pode ser depositada no Caixa Tem ou os beneficiários podem solicitar o cartão de alimentação.

Para ser elegível, é necessário estar inscrito no Cadastro Único e manter as informações atualizadas.

Bolsa Família em agosto

Primeiramente, abordamos as diretrizes para participação no programa Bolsa Família. Veja a seguir:

  1. Manter o Cadastro Único (CadÚnico) atualizado;
  2. Respeitar o limite de renda per capita familiar mensal de até R$ 218;
  3. Cumprir as condicionalidades estabelecidas pelo programa.

Com base nessas diretrizes, são disponibilizadas as seguintes quantias pelo Bolsa Família durante o mês de agosto:

  • Benefício Padrão: um pagamento mínimo de R$ 600;
  • Benefício Primeira Infância: um acréscimo de R$ 150 por criança de até seis anos;
  • Benefício Variável Familiar: um adicional de R$ 50 para lactantes, gestantes e jovens entre sete e dezoito anos incompletos;
  • Benefício de Renda de Cidadania: um pagamento de R$ 142 por integrante do Bolsa Família até totalizar R$ 600, com possibilidade de exceder esse valor caso haja mais membros;
  • Auxílio Gás.

A seguir, fornecemos as datas completas de liberação para todos os NIS:

  • Final do NIS 1 – 18;
  • Final do NIS 2 – 21 (liberado dia 19/08);
  • Final do NIS 3 – 22;
  • Final do NIS 4 – 23;
  • Final do NIS 5 – 24;
  • Final do NIS 6 – 25;
  • Final do NIS 7 – 28 (liberado dia 26/08);
  • Final do NIS 8 – 29;
  • Final do NIS 9 – 30;
  • Final do NIS 0 – 31.

Foi divulgada a lista de bloqueios do Bolsa Família para agosto: confira se o seu benefício será suspenso

O programa Bolsa Família, implementado pelo governo federal, tem como objetivo principal combater a pobreza e a desigualdade por meio da transferência direta de renda para famílias em situação de vulnerabilidade.

Para garantir a participação no programa, é essencial que as famílias atendam a critérios específicos, como manter o Cadastro Único (CadÚnico) atualizado, respeitar o limite de renda per capita estipulado e cumprir as condicionalidades determinadas, que envolvem áreas como saúde e educação.

No mês de agosto, o Bolsa Família disponibiliza diversos benefícios que visam atender às necessidades variadas das famílias cadastradas.

O Benefício Padrão, por exemplo, garante um valor mínimo de R$ 600, que serve como suporte financeiro para despesas essenciais.

O Benefício Primeira Infância tem um papel fundamental no apoio às famílias com crianças de até seis anos.

Com um acréscimo de R$ 150 por criança, esse benefício busca contribuir para o cuidado e o desenvolvimento saudável dos pequenos.

O Benefício Variável Familiar, por sua vez, oferece um incremento de R$ 50 para lactantes, gestantes e jovens entre sete e dezoito anos incompletos.

Essa parcela adicional visa auxiliar nas despesas específicas desses grupos, como alimentação adequada e cuidados de saúde.

O Benefício de Renda de Cidadania destina-se a garantir que as famílias recebam um montante total de até R$ 600, por meio de parcelas de R$ 142 por cada integrante do Bolsa Família.

Isso pode ser especialmente relevante quando a família é composta por um número maior de membros, ajudando a assegurar um apoio financeiro mais significativo.

Além desses benefícios, é importante destacar o Auxílio Gás, que também faz parte do pacote de assistência do programa.

Esse auxílio visa auxiliar as famílias a arcarem com os custos do gás de cozinha, uma despesa fundamental para o funcionamento doméstico.

Por fim, é fundamental acompanhar as datas de liberação dos benefícios, que variam de acordo com o Número de Identificação Social (NIS).

Essas datas podem ser encontradas em fontes oficiais do Bolsa Família e devem ser verificadas regularmente para garantir o acesso aos recursos no momento adequado.