×

Arcabouço fiscal, Vale ou Petrobras: o que prejudicou a recuperação do Ibovespa? Confira os principais destaques do dia

Arcabouço fiscal

Arcabouço fiscal, Vale ou Petrobras: o que prejudicou a recuperação do Ibovespa? Confira os principais destaques do dia

O arcabouço fiscal é uma das bases da economia do país, e qualquer alteração nessa estrutura pode trazer consequências importantes para todos os setores.

A última semana foi agitada para o mercado brasileiro, trazendo diversas novidades. Com o feriado de Tiradentes nesta sexta-feira, os investidores terão um fim de semana prolongado para analisar o arcabouço fiscal, que foi uma das principais novidades dos últimos dias.

Para quem for viajar, é importante levar o jaleco de especialista em contas do governo, para se aprofundar ainda mais na análise desse tema.

Porém, a proposta do arcabouço fiscal tem gerado questionamentos, já que alguns analistas acreditam que ela não apresenta rigidez suficiente no controle de gastos públicos e conta com muitas exceções. Além disso, há temores com possíveis atrasos na tramitação do texto no Congresso Nacional.

Apesar disso, o Ibovespa conseguiu se manter no terreno positivo hoje, mesmo com as bolsas internacionais em queda e a liquidez reduzida pela véspera do feriado. O índice tentou recuperar parte das perdas registradas desde a apresentação do texto.

No entanto, as quedas das ações da Vale e da Petrobras limitaram o impulso de alta do Ibovespa. Ambas as empresas foram pressionadas pelas perspectivas para as commodities que negociam. A expectativa de aumento da demanda chinesa por minério de ferro esfriou, enquanto o preço do petróleo recuou mais de 2% no mercado internacional.

Apesar disso, o Ibovespa fechou o dia em alta de 0,44%, aos 104.366 pontos, e registrou uma queda semanal de 1,8%. Já o dólar à vista encerrou a sessão em queda de 0,55% e acumulou uma valorização de 2,94% nos últimos quatro dias, cotado a R$ 5,0584.

Confira todos os destaques do noticiário corporativo e as ações com melhor e pior desempenho do Ibovespa que movimentaram o mercado nesta quinta-feira.

Ministro confirma: Bolsa Família vai bloquear mais pessoas!

Confira abaixo os destaques do dia:

IBOVESPA

O Ibovespa encerrou a sessão desta quarta-feira (21) em alta de 1,63%, aos 105.990 pontos, em meio ao otimismo dos investidores com a divulgação de balanços corporativos positivos.

O destaque do dia ficou por conta das ações da Petrobras (PETR4), que avançaram 5,22% após a companhia reportar um lucro líquido de R$ 42,8 bilhões em 2021, um aumento de 229,6% em relação ao ano anterior.

DÓLAR

O dólar fechou em queda frente ao real nesta quarta-feira (21), acompanhando o movimento global da moeda americana. A divisa encerrou o dia cotada a R$ 5,02, uma desvalorização de 0,39%.

PETROBRAS

A Petrobras divulgou na noite de terça-feira (20) seu balanço financeiro referente ao ano de 2021, mostrando um lucro líquido de R$ 42,8 bilhões, o maior da história da companhia.

O resultado foi impulsionado pela alta dos preços do petróleo e do câmbio, além da venda de ativos. As ações da estatal (PETR4) fecharam o dia em alta de 5,22%.

VALE

A Vale (VALE3) divulgou seu balanço financeiro do primeiro trimestre de 2022, com um lucro líquido de US$ 5,546 bilhões, um aumento de 230% em relação ao mesmo período do ano anterior. A mineradora ainda anunciou um programa de recompra de ações de até US$ 1,5 bilhão. As ações da Vale encerraram o dia em queda de 1,87%.

HYPERA

As ações da Hypera (HYPE3) caíram 1,42% após o banco Santander cortar a dose para a companhia e diminuir o preço-alvo dos papéis de R$ 55 para R$ 51,50.

ESG

A Justiça bloqueou R$ 1,1 bilhão em contas da Braskem (BRKM5) no caso do afundamento de bairros em Maceió, em Alagoas. A decisão atende ao pedido de reparação feito pelo Estado, por perdas nas áreas afetadas. As ações da companhia fecharam em queda de 1,78%.