Auxílio Brasil 2023

Auxílio Brasil 2023: Veja as regras para ter acesso ao beneficio

A transição entre o atual governo de Jair Bolsonaro e o futuro governo do presidente eleito, Luiz Inácio Lula da Silva, já começou. Um dos principais temas discutidos é o futuro do Auxílio Brasil em 2023, que surge entre grupos vulneráveis expectativas.

Lula se comprometeu a pagar 600 reais em benefícios por meio do Auxílio Brasil em 2023, além de mais 150 reais para crianças menores de 6 anos nas famílias beneficiárias. No entanto, para obter o direito de recurso de até R$ 750, é preciso estar atento às novas regras que devem ser seguidas.

O Auxílio Brasil 2023 continuará o mesmo, mas seguirá as antigas regras de transferência de renda, o Bolsa Família. O programa foi substituído pela atual iniciativa social após 18 anos de implantação, ao contrário de Lula que criou o projeto implantado em 2004.

Assim, como uma de suas promessas de campanha, o PT prometeu reviver o antigo programa social. Em tese, o Auxílio Brasil em 2023 será novamente o Bolsa Família.

Alguns critérios de elegibilidade serão restabelecidos, como manter as crianças na escola e carteiras de vacinação em dia.

Regras do Auxílio Brasil em 2023

Como mencionado, o Auxílio Brasil 2023 voltará às regras do antigo Bolsa Família. O programa distribui recursos de uma média de R$ 189 por mês para famílias nas linhas de pobreza e extrema pobreza, com renda per capita mensal entre R$ 89 e R$ 178, respectivamente.

Mas, para obter a cota máxima do programa, os grupos familiares devem ser formados por mulheres grávidas, crianças ou adolescentes com menos de 17 anos.

Ao mesmo tempo, existem alguns outros benefícios complementares que aumentam o valor mensal do Bolsa Família de acordo com a composição da família, que é limitada a 5 pessoas por família. eles são:

  • R$ 41: para famílias com renda mensal per capita de até R$ 178, incluindo crianças ou adolescentes de até 15 anos;
  • R$ 41: Até 9 parcelas mensais para domicílios (incluindo gestantes) cuja renda mensal per capita não ultrapasse R$ 178;
  • R$ 41: Para famílias com renda per capita mensal não superior a R$ 178 e famílias com filhos não superiores a seis meses, o pagamento é limitado a seis meses;
  • R$ 48: Para famílias com renda mensal per capita igual ou inferior a R$ 178, incluindo adolescentes de 16 a 17 anos;

Além disso, o Bolsa Família pagou benefícios adicionais para ajudar as famílias a saírem da extrema pobreza. Este apoio destina-se ao grupo de famílias com renda mensal per capita inferior a R$ 89,00, mesmo após o recebimento dos benefícios complementares mencionados.

%d blogueiros gostam disto: