Auxílio Brasil

Auxílio Brasil décimo terceiro em 2022 – Saiba mais

 

O pagamento do 13º salário do Auxílio Brasil só se concretizou em 2019, primeiro ano do governo do atual presidente Jair Bolsonaro. A transferência foi uma promessa de campanha.

Ainda assim, não teve valores adicionais para beneficiários em 2020 e 2021. Ao que tudo indica, a 13ª parcela do auxílio Brasil em 2022 também não será paga.

Em 2019, o pagamento foi garantido por meio de Medida Provisória (MP). Na época, os beneficiários do então Bolsa Família recebiam uma parcela adicional em dezembro. Desde então, as famílias que recebem o auxílio não podem contar com o valor extra no final do ano.

13º do Auxílio Brasil

Atualmente, esse benefício está no valor de R$ 600. Até o momento, com a aproximação de dezembro, ainda não confirmou se o atual governo vai repassar o valor extra do Auxílio Brasil.

O Ministério da Cidadania emitiu nota informando que, pelo menos por enquanto, não há previsão de repasse de recursos adicionais neste ano.

O pagamento das parcelas de novembro começa nesta quinta-feira (17). Como é do conhecimento de todos, o governo federal anunciou que os repasses ocorrerão em dezembro vão ser antecipados para que as famílias consigam recursos no período natalino.

Dessa forma, na ausência de previsão do decimo terceiro do auxílio Brasil, as famílias têm que planejar por conta própria com uma mensalidade de R$ 600.

Os depósitos seguem o calendário oficial de acordo com o último dígito do Número de Identificação Social (NIS) do beneficiário. Em novembro, os pagamentos serão efetuados nas seguintes datas:

  • NIS de final 1: 17 de novembro
  • NIS de final 2: 18 de novembro
  • NIS de final 3: 21 de novembro
  • NIS de final 4: 22 de novembro
  • NIS de final 5: 23 de novembro
  • NIS de final 6: 24 de novembro
  • NIS de final 7: 25 de novembro
  • NIS de final 8: 28 de novembro
  • NIS de final 9: 29 de novembro
  • NIS de final 0: 30 de novembro.

Empréstimo para vulneráveis

A Caixa Econômica Federal voltou a oferecer empréstimos Auxílio Brasil nesta segunda-feira (14). As linhas de crédito foram suspensas por quase 2 semanas, das 19h de 1º de novembro às 7h desta manhã(14).

O banco disse que a concessão foi interrompida pelo processamento da folha de pagamento do benefício (processo envolvendo a própria Caixa, que paga o auxílio); a Dataprev, responsável pela lista de beneficiários; e o Ministério da Cidadania, que cadastrou os participantes.

A Caixa não é a única instituição financeira habilitada a ofertar o crédito consignado do Auxílio Brasil, mas é a maior. Das 12 empresas que podem operar linhas de crédito, apenas 3 oferecem a opção de empréstimo – as demais são a Pintos S/A Créditos (Pincred) e a QI Sociedade de Crédito Direto S/A (meutudo).

%d blogueiros gostam disto: