Auxilio Brasil

Auxilio Brasil – Pente-fino cancela 53 mil famílias do programa – Veja os motivos

Cadastrar-se no Cadastro Único (CadÚnico) e manter os dados atualizados é essencial para manter os pagamentos dos benefícios sociais vinculados ao sistema. É o caso do Auxílio Brasil, cuja porta de entrada é através do banco de dados do governo federal e que não tem candidatura direta.

O governo federal alerta regularmente para a necessidade de atualização dos dados do CadÚnico. Chegou a estabelecer um prazo para a conclusão do processo para garantir a perpetuidade dos cidadãos no próximo cronograma de pagamento da ajuda brasileira.

Mensalmente é realizado o chamado pente-fino Auxílio Brasil, muito semelhante ao processo que a Receita Federal realiza com os contribuintes do Imposto de Renda (IR). Nesse caso, a entidade responsável é o Instituto Dataprev em parceria com o Ministério da Cidadania.

As autoridades realizaram o cruzamento de dados em conjunto, revisando os dados cadastrais de cada beneficiário do Auxílio Brasil. Portanto, quem não atender às regras de elegibilidade será excluído do programa.

Mas essa não é uma decisão definitiva, pois o segurado tem a oportunidade de ajustar a situação e entrar novamente na folha de pagamento do Auxílio Brasil quando ocorrer uma nova revisão.

Quais são os beneficiários excluídos do Auxílio Brasil?

Desta vez, cerca de 53 mil beneficiários não poderão receber o Auxílio Brasil em novembro devido ao cadastro inconsistente. Segundo o governo federal, o painel não atualizou as informações dentro do prazo.

Cerca de 190 mil crianças terão seu cadastro social atualizado até a última sexta-feira (11), segundo Roberto Oliveira, gerente de downloads e programas de benefícios assistenciais da Secretaria de Estado de Auxílio (Sasc).

“São famílias que não estão atualizadas o cadastro nos últimos anos, só atualizei até 2017, e também as famílias que foram alvo de auditorias, como chamadas de averiguações, onde cruzamos os dados e verificamos que alguma informação inconsistente”, disse o gestor.

Motivos que levam ao pente-fino do Auxílio Brasil

Em setembro deste ano, o Ministério da Saúde implementou regularmente o pente fino Auxílio Brasil. A medida visa cortar pagamentos para pessoas cuja renda esteja acima do limite estabelecido para as famílias no plano.

Para ter direito aos benefícios, as famílias devem estar na situação de pobreza ou extrema pobreza com renda mensal per capita entre R$ 105 e R$ 210.

Os beneficiários podem ganhar até R$ 525 per capita se tiverem uma carteira após a adesão ao programa. Os benefícios serão mantidos por dois anos.

%d blogueiros gostam disto: