AUXÍLIO BRASIL

Auxílio Brasil veja o que será liberado no novo programa

O governo federal emitiu uma medida provisória (MP) para o novo Bolsa Família. Aliás, o programa passará a se chamar Auxílio Brasil. Apesar do texto ter sido fornecido, permanece o fato de que o Palácio do Planalto ainda não forneceu algumas informações importantes, como valores médios e número de beneficiários.

Em qualquer caso, alguns problemas são encerrados no programa. Um é focar na liberação. Segundo membros do Palácio do Planalto, a ideia é fazer com que cada vez mais gente saia do projeto. Isso ocorre porque os cidadãos estarão prontos para viver com sua própria renda.

“O Auxílio Brasil vem aperfeiçoar o programa de renda para brasileiros em situação de vulnerabilidade. Objetivamos tornar mais efetivas as políticas públicas para que as pessoas encontrem trilhas de emancipação, para que possam caminhar com as próprias pernas e conquistar uma melhor qualidade de vida”, disse o Ministro da Cidadania, João Roma.

Ele não explicou o que eram esses elementos libertadores. O que eu sei mesmo é que o governo federal está estudando a possibilidade de pagar gratificações para quem conseguir emprego com carteira assinada. A ideia do Planalto é estimular a inserção do indivíduo no mercado de trabalho.

Não está claro como isso funcionará. A ideia central é pagar o bônus do Bolsa Família assim que o cidadão encontrar um emprego. O usuário receberá então o salário do trabalho e o valor do plano social, além de bônus adicionais. Isso vai durar apenas alguns meses, até que ele comece a receber apenas o faturamento da empresa.

Críticas

Os legisladores da oposição não gostam muito dessa ideia. Eles argumentaram que o ponto de partida do governo foi que os usuários do Bolsa Família não conseguiam encontrar emprego porque não queriam.

Segundo o próprio Ministério da Cidadania, o valor médio pago por esse programa social no Brasil hoje é de 190 Reais. Portanto, é difícil imaginar que alguém pudesse viver assim por mês sem se preocupar com outra fonte de renda.

De qualquer forma, o Governo Federal parece firme na ideia de continuar com essa questão da busca pela emancipação. Não está claro quantas pessoas poderiam começar a sair do benefício depois que essas mudanças acontecerem a partir do próximo mês de novembro.

Novo Bolsa Família

Segundo informações oficiais, o atual Bolsa Família realiza pagamentos para cerca de 4 milhões de pessoas. No entanto, este não é o número real do programa.

Aliás, a ideia do governo federal é começar a desembolsar o novo Bolsa Família assim que forem concluídas as transferências da ajuda. O programa está previsto para terminar em outubro. Com isso, o segundo deve começar em novembro.

Segundo membros do Palácio do Planalto, o valor médio do novo programa e o número de beneficiários não devem ser divulgados até o final de setembro.

%d blogueiros gostam disto: