Auxílio Brasil: Veja quando atualizar o cadastro e evitar o cancelamento do benefício

O programa Auxílio Brasil exige que os participantes mantenham as informações do Cadastro Único (CadÚnico) atualizadas.

Caso a família não atualize seu cadastro no prazo previsto nas regras do programa, corre o risco de ter o benefício cancelado.

O motivo do cancelamento do pagamento é a falta de revisão ou verificação das informações cadastrais.

O período de tempo em que as informações devem ser atualizadas é de dois anos ou mais. Mais de 18,1 milhões de famílias recebem anualmente o auxílio do Auxílio Brasil.

O programa social CadÚnico é onde as famílias podem ingressar em outros programas sociais, como a Tarifa Social de Energia Elétrica e o vale-gás nacional.

Caso os dados preenchidos não coincidam com outras fontes, há uma segunda verificação.

Novos prazos

O Ministério da Cidadania parou de revisar os procedimentos cadastrais durante a pandemia, mas voltou a fazer alguns meses atrás.

Cidadãos atuais do Brasil têm até junho de 2022 para realizar o procedimento, mas pessoas que se cadastraram em 2016 ou 2017 têm até outubro de 2022 para corrigir suas informações caso estejam desatualizadas.

As pessoas que não forneceram dados consistentes em sua inscrição precisam concluir a revisão até agosto de 2022.

Como saber se estou na lista?

O cidadão é informado sobre sua situação no site ou aplicativo Cadastro Único, ou no aplicativo Auxilio Brasil.

Seu cadastro também pode ser feito pessoalmente na prefeitura ou nos Centros de Referência da Assistência Social, mas pode ser agendado online para agilizar o processo.

O Ministério da Cidadania se comunica com os beneficiários tanto no comprovante de pagamento, quanto quando visitam o posto Cadastro Único.

O bloqueio do benefício pode levar ao cancelamento do benefício permanentemente.

%d blogueiros gostam disto: