Pular para o conteúdo

Auxílio de R$ 2.500 para Famílias de Baixa Renda

O Governo Federal anunciou o pagamento antecipado do Bolsa Família para 620.000 famílias no estado do Rio Grande do Sul.

O pagamento, que somará R$ 416 milhões, será feito nesta sexta-feira, 17 de maio. Cada beneficiário receberá, em média, R$ 672.

Para facilitar o acesso ao dinheiro, o governo orientou que apenas os moradores sem acesso ao aplicativo Caixa Tem e ao cartão do mesmo nome recorram às agências bancárias.

Serão 1.665 pontos de atendimento da Caixa Econômica Federal, incluindo agências e lotéricas, que funcionarão aos sábados e domingos das 10h às 15h.

Auxílio de R$ 2.500 para Famílias em Situação de Extrema Pobreza

O Governador do Rio Grande do Sul, Eduardo Leite, anunciou o pagamento de um auxílio de R$ 2.500 para 47.000 famílias em situação de pobreza e extrema pobreza, inscritas no Cadastro Único e atingidas pelas enchentes no estado.

Dessas 47.000 famílias, 7.000 já tiveram o benefício depositado em seus cartões. Outras 44.000 famílias receberão o auxílio até o dia 24 de maio.

É importante destacar que as famílias beneficiárias do Bolsa Família também podem receber este auxílio, desde que se enquadrem nos requisitos, como estar desalojadas ou desabrigadas devido às enchentes.

Programa “Volta por Cima”

O auxílio de R$ 2.500 faz parte do programa “Volta por Cima”, criado pelo Governo do Rio Grande do Sul para estender os efeitos das enchentes até setembro de 2023.

Além deste benefício, o estado também anunciou o “PIX SOS Rio Grande do Sul”, que irá beneficiar famílias desabrigadas ou desalojadas com um repasse de R$ 2.000.

No entanto, as famílias que receberem o auxílio do “Volta por Cima” não poderão receber o “PIX SOS Rio Grande do Sul”.

Outras Medidas Anunciadas

Além dos benefícios direcionados às famílias em situação de vulnerabilidade, o Governo Federal também anunciou outras medidas, como:

  • Antecipação do pagamento do Bolsa Família para 620.000 famílias no Rio Grande do Sul, totalizando R$ 416 milhões.
  • Possibilidade de saque do FGTS no valor de R$ 6.220.
  • Compra de residências que se enquadrem nos padrões do programa “Minha Casa, Minha Vida” para famílias com renda de até R$ 4.400.

As medidas anunciadas pelo Governo Federal e pelo Governo do Rio Grande do Sul demonstram o esforço em apoiar as famílias atingidas pelas enchentes no estado.

O auxílio de R$ 2.500 do programa “Volta por Cima” e o “PIX SOS Rio Grande do Sul” são iniciativas importantes para fornecer assistência imediata a essas famílias em situação de vulnerabilidade.

É fundamental que as famílias beneficiárias fiquem atentas aos prazos e requisitos para acessar esses benefícios, a fim de garantir que recebam o apoio necessário neste momento de dificuldade.

Deixe uma resposta