Auxílio emergencial 2021: Conheça os 5 grupos que ficarão de fora da prorrogação

Estima-se que cerca de 33 milhões de brasileiros, além dos 14 milhões de beneficiários do Bolsa Família, sejam selecionados por meio de um banco de dados cruzado que serve de funil para identificar o público da nova rodada do auxílio emergencial.

Este trabalho ocorreu nos últimos 11 meses. No novo lote do auxilio emergencial em 2021, foram excluídas 5 grupos:

  • Quem recebe pensão;
  • Aposentadoria;
  • Benefício assistencial;
  • Seguro desemprego;
  • Tem vínculo empregatício ativo.

Essa escolha vai reduzir o número de assistidos no ano passado, de 68 milhões para 40 milhões em 2021.

O primeiro benefício, que começou a ser pago em abril de 2020, já atingiu mais de 65 milhões de pessoas. No entanto, com a prorrogação que começou em setembro e o montante foi dividido ao meio, a ajuda chegou a 57 milhões de cidadãos.

A plataforma desenvolvida pelo Departamento Digital de Governo, Previdência Social e Trabalho é usada em 11 bancos de dados. O novo método também será usado em planos futuros de distribuição de renda e emprego.

Entre as 11 bases utilizadas estão o INSS, MEI, CNIS e Caged. Utilizando apenas o CPF do cidadão, é possível apurar se ele é funcionário público, militar, aposentado, pensionista,empresário e seus herdeiros / dependentes.

Pagamento do novo programa do auxílio emergencial

O valor estimado das parcelas mensais chega a 30 bilhões de reais. É aproximadamente o mesmo valor pago anualmente pelo plano Bolsa Família.

Para os primeiros pagamentos, o benefício médio ficou em torno de R $ 900. Nesse cenário, as mães solteiras recebiam prestações em dobro de R $ 1.200. O orçamento do programa para 2020 é de quase R $ 300 bilhões.

Discussões nos bastidores no Ministério da Economia e no Ministério da Cidadania dizem que o novo banco de dados deve ser usado para garantir a eficácia na seleção do Bolsa Família e para expandir os programas de emprego. A estimativa é de três a quatro parcelas de R $ 250 e R $ 200, a partir de março.

Veja Mais: INSS suspende prova de vida de aposentados; saiba até quando

%d blogueiros gostam disto: