Beneficiários do Bolsa Família que estavam bloqueados vão receber em maio

Bolsa Família

Beneficiários do Bolsa Família que tiveram o pagamento suspenso devido à averiguação cadastral começarão a receber em maio.

Segundo o ministro Wellington Dias (PT), chefe do Ministério do Desenvolvimento Social (MDS), o governo realizará o pagamento das parcelas retroativas do programa de transferência de renda.

No entanto, para que isso aconteça, é necessário que o beneficiário tenha atualizado o seu Cadastro Único (CadÚnico) junto ao Centro de Referência de Assistência Social (CRAS).

O prazo para realizar a atualização é de 60 dias após o bloqueio. Caso contrário, o segurado é desligado do CadÚnico e perde o acesso aos principais programas sociais, incluindo o Bolsa Família.

Porém, os segurados que atualizaram o Cadastro entre os dias 3 de março e 14 de abril já foram desbloqueados e receberão o pagamento do Bolsa Família de maio, incluindo as parcelas retroativas suspensas durante o pente-fino.

O valor será depositado na conta digital do Caixa Tem, mas, caso o beneficiário não consiga sacar ou transferir o dinheiro pelo aplicativo, será necessário ir a uma agência da Caixa com um documento original com foto para realizar o saque presencialmente.

Como consultar o meu Bolsa Família

Beneficiários do Bolsa Família que tiveram o pagamento suspenso devido à averiguação cadastral começarão a receber em maio. Segundo o ministro Wellington Dias (PT), chefe do Ministério do Desenvolvimento Social (MDS), o governo realizará o pagamento das parcelas retroativas do programa de transferência de renda.

No entanto, para que isso aconteça, é necessário que o beneficiário tenha atualizado o seu Cadastro Único (CadÚnico) junto ao Centro de Referência de Assistência Social (CRAS). O prazo para realizar a atualização é de 60 dias após o bloqueio.

Caso contrário, o segurado é desligado do CadÚnico e perde o acesso aos principais programas sociais, incluindo o Bolsa Família.

Beneficiários que contrataram o empréstimo consignado do Auxílio Brasil

  • Sem crianças de 0 a 6 anos: R$ 440 por mês;
  • Com 1 criança de 0 a 6 anos:  R$ 590 por mês;
  • Com 2 crianças de 0 a 6 anos: R$ 740 por mês;
  • Com 3 crianças de 0 a 6 anos: R$ 890 por mês;
  • Com 4 crianças de 0 a 6 anos: R$ 1.040 por mês.

Beneficiários que não contrataram o empréstimo consignado do Auxílio Brasil

  • Sem crianças de 0 a 6 anos: R$ 600 por mês
  • Com 1 criança de 0 a 6 anos: R$ 750 por mês
  • Com 2 crianças de 0 a 6 anos: R$  900 por mês
  • Com 3 crianças de 0 a 6 anos: R$ 1.050 por mês;
  • Com 4 crianças de 0 a 6 anos: R$ 1.200 por mês.

Como o Benefício Primeira Infância é um adicional acumulativo pago a todas as crianças de 0 a 6 anos da família, o repasse ainda pode aumentar se a família tiver mais de quatro crianças dentro da faixa etária em seu núcleo familiar.

Texto melhorado: O Benefício Primeira Infância é um adicional acumulativo pago a todas as crianças de 0 a 6 anos da família.

Isso significa que, caso a família tenha mais de quatro crianças dentro dessa faixa etária em seu núcleo familiar, o repasse poderá ser ainda maior.

Atualizações do Bolsa Família de Maio: Datas de Pagamento, Meios de Recebimento e Valores

Calendário de maio

O pagamento é realizado seguindo um calendário escalonado, de acordo com o último dígito do Número de Identificação Social (NIS) do beneficiário.

A seguir, confira o calendário completo de pagamentos para o mês de maio:

  • NIS de final 1: dia 18 de maio;
  • NIS de final 2: dia 19 de maio;
  • NIS de final 3: dia 22 de maio (antecipado para o sábado 20);
  • NIS de final 4: dia 23 de maio;
  • NIS de final 5: dia 24 de maio;
  • NIS de final 6: dia 25 de maio;
  • NIS de final 7: dia 26 de maio;
  • NIS de final 8: dia 29 de maio (antecipado para o sábado 27);
  • NIS de final 9: dia 30 de maio;
  • NIS de final 0: dia 31 de maio.
%d blogueiros gostam disto: