Bloqueados no Auxílio Brasil em 2022 vão receber o Bolsa Família em 2023?

Auxílio Brasil bloqueado

Em fevereiro, o governo federal fará uma grande atualização do cadastro de pessoas inscritas no Cadastro Único (CadÚnico), a fim de adequar o banco de dados à implantação do novo Bolsa Família.

Porém, não é a primeira vez que um grande pente-fino acontece, pois as atualizações são corriqueiras, e um processo semelhante foi feito no ano passado, por exemplo, excluindo milhares do Auxílio Brasil.

Agora, com o novo governo federal e a iminente volta do Bolsa Família, muitas famílias se perguntam se aqueles que estavam impedidos de receber o Auxílio Brasil no ano passado terão direito ao novo programa de transferência de renda este ano.

No entanto, a resposta a esta pergunta depende da situação da família em causa, pois geralmente terá de seguir as mesmas regras que teve de seguir no ano passado para garantir o beneficio.

Ou seja, todas as famílias cadastradas no CadÚnico e em situação de dificuldade social que se enquadram na extrema pobreza (renda familiar de até R$ 105 por pessoa) ou pobreza (renda familiar entre R$ 105,01 e R$ 210 por pessoa). Para ser considerado pobre, também deve haver gestantes e/ou menores de 21 anos na família.

Além disso, todas as crianças da família devem estar matriculadas em uma escola com boa frequência e devem estar com todas as vacinas em dia, inclusive a vacina contra a Covid-19.

Portanto, se a família excluída do Auxílio Brasil no ano passado cumprir todos esses requisitos, ela poderá se inscrever novamente ao novo benefício do Bolsa Família, desde que atualize seu cadastro e aguarde a reinclusão, pois há fila de espera.

Bloqueados no Auxílio Brasil podem receber o Bolsa Família em 2023?

Ressaltamos que receber o Auxílio Brasil no ano passado não dá ao beneficiário nenhuma vantagem na lista de espera do Bolsa Família.

Portanto, se a família acredita que está cumprindo as regras do programa, deve primeiro entrar em contato com o Centro de Assistência Social (CRAS) para entender o motivo do desligamento do Auxílio Brasil, corrigir o problema e atualizar o cadastro.

O processo é o mesmo para pessoas que nunca receberam nenhum benefício. Aí vai ter que esperar na fila que o governo retire do programa as famílias irregulares para abrir espaço na folha de pagamento para novas famílias. Isso significa que é possível voltar a receber um benefício social, desde que todas as normas e procedimentos sejam  devidamente cumpridos.

Calendário Bolsa Família janeiro de 2023

Embora o novo Bolsa Família seja implementado futuramente, os pagamentos aos beneficiários do programa Auxílio Brasil de janeiro, são de acordo com o final do Cadastro Social (NIS) de cada pessoa.

Confira abaixo as datas de pagamento.

  • Beneficiários com NIS de final 1 recebem dia: 18 de janeiro;
  • Beneficiários com NIS de final 2 recebem dia: 19 de janeiro;
  • Beneficiários com NIS de final 3 recebem dia: 20 de janeiro;
  • Beneficiários com NIS de final 4 recebem dia: 23 de janeiro;
  • Beneficiários com NIS de final 5 recebem dia: 24 de janeiro;
  • Beneficiários com NIS de final 6 recebem dia: 25 de janeiro;
  • Beneficiários com NIS de final 7 recebem dia: 26 de janeiro;
  • Beneficiários com NIS de final 8 recebem dia: 27 de janeiro;
  • Beneficiários com NIS de final 9 recebem dia: 30 de janeiro;
  • Beneficiários com NIS de final 0 recebem dia: 31 de janeiro;

Em janeiro, cerca de 21,9 milhões de famílias receberão auxílio de pelo menos R$ 600 por meio do Auxílio Brasil  um investimento total do governo federal de R$ 13,38 bilhões, segundo informações divulgadas esta semana pelo governo federal.

%d blogueiros gostam disto: