×

Veja as atualizações: Tabela de Bloqueios e Suspensões do Bolsa Família em Março

Bolsa Família

Veja as atualizações: Tabela de Bloqueios e Suspensões do Bolsa Família em Março

A intensificação da fiscalização do Bolsa Família resultou em bloqueios e suspensões dos benefícios para diversas famílias em março de 2024.

O Ministério do Desenvolvimento e Assistência Social, Família e Combate à Fome (MDS) conduziu essa ação para verificar a veracidade das informações fornecidas pelos beneficiários.

Veja as atualizações: Tabela de Bloqueios e Suspensões do Bolsa Família em Março

Bolsa Família

Para evitar o bloqueio ou suspensão, é crucial que as famílias beneficiárias estejam atentas às regras do programa e forneçam informações precisas. Em caso de dúvidas, é recomendável buscar orientação nos órgãos responsáveis pelo programa para evitar transtornos.

Para elucidar a importância dessa ação governamental, é crucial compreender sua razão de ser. O âmago da questão reside na imperativa necessidade de preservar a integridade do Bolsa Família.

A essência da fiscalização é garantir que o apoio financeiro seja direcionado exclusivamente aos grupos familiares genuinamente necessitados, ou seja, às famílias que verdadeiramente enfrentam situações de vulnerabilidade social.

Essa medida é parte de um esforço constante do governo brasileiro para combater potenciais fraudes e irregularidades no sistema do programa.

Considerando que o Bolsa Família conta com mais de 21 milhões de beneficiários cadastrados, manter a equidade e a eficácia do programa representa um desafio contínuo.

Como se dá o Processo de Fiscalização?

A abordagem adotada segmenta os beneficiários em grupos específicos para a atualização de seus dados cadastrais, um passo crucial para garantir a continuidade do recebimento do benefício.

As famílias são então notificadas sobre essa necessidade de atualização por meio de aplicativos como Bolsa Família, Caixa Tem e Cadastro Único (CadÚnico).

Além disso, são convidadas a comparecer aos Centros de Referência da Assistência Social (CRAS). A negligência em relação a essa notificação acarreta no bloqueio ou suspensão dos pagamentos do benefício.

Completando o Ciclo: Recursos Bloqueados e Prazos para Atualização

A partir das notificações iniciadas em dezembro de 2023, as famílias dispõem de prazos específicos para atualizar suas informações cadastrais e evitar o bloqueio dos benefícios.

Por exemplo, para o grupo P3, a atualização deve ser realizada até 9 de fevereiro de 2024 para evitar o bloqueio e até 12 de abril de 2024 para o desbloqueio do benefício.

Já para o grupo P5, o prazo para atualização sem bloqueio se encerra em 12 de janeiro de 2024. No caso de não cumprimento, o beneficiário tem até 15 de março de 2024 para atualização e desbloqueio do auxílio.

O grupo P6 dispõe de prazo até 15 de março de 2024 para atualização sem bloqueio e até 10 de maio para efetuar a atualização e desbloqueio do benefício.

Antecipação do décimo terceiro para aposentados e pensionistas do INSS

Assegurando a Continuidade dos Pagamentos

Apesar dos desafios enfrentados durante o processo de fiscalização, é essencial enfatizar que o Ministério do Desenvolvimento Social (MDS) mantém o compromisso de garantir os pagamentos aos beneficiários que cumprem com suas responsabilidades.

As famílias inscritas no programa Bolsa Família recebem mensalmente seus benefícios através de uma conta poupança digital no aplicativo Caixa Tem, fornecido pela Caixa Econômica Federal, que se tornou a principal plataforma de pagamento dos benefícios do Governo Federal nos últimos anos.

O pagamento do Bolsa Família ocorre nos últimos 10 dias úteis de cada mês, de forma escalonada, exceto em dezembro, quando o calendário é antecipado.

O valor mínimo do benefício é de R$ 600 por família, podendo ser complementado por adicionais conforme a composição familiar:

  • Crianças de até 6 anos: R$ 150.
  • Gestantes e crianças e adolescentes de 7 a 17 anos: R$ 50.
  • Crianças de até seis meses: R$ 50.

Os beneficiários têm a possibilidade de movimentar os valores recebidos pelo aplicativo Caixa TEM, além de realizar outras operações financeiras, como pagamento de contas, transferências e utilização do Pix.

O Caixa Tem oferece uma variedade de benefícios além do pagamento do Bolsa Família.

Aqui estão alguns dos principais:

Abono Salarial: Um benefício pago anualmente aos trabalhadores que receberam até R$ 1.818,98 em média por mês no ano anterior. O valor do Abono varia de acordo com o tempo de serviço do trabalhador.

Benefício de Prestação Continuada (BPC): Um benefício mensal pago a pessoas com deficiência e idosos com 65 anos ou mais que não possuem renda própria.

Seguro-desemprego: Um benefício pago aos trabalhadores que foram demitidos sem justa causa. O valor do benefício varia de acordo com o salário do trabalhador.

FGTS: Um depósito mensal feito pelo empregador em uma conta do trabalhador. O FGTS pode ser sacado em diversas situações, como demissão sem justa causa, compra de casa própria, aposentadoria e outros.

PIS/Pasep: Um abono anual pago aos trabalhadores que trabalharam com carteira assinada no ano anterior. O valor do abono varia de acordo com o tempo de serviço do trabalhador.

Transferências e pagamentos: O Caixa Tem permite realizar transferências e pagamentos de contas, boletos e outros serviços.

Empréstimos: O Caixa Tem oferece diversas linhas de crédito para seus clientes.

Além do Caixa Tem, diversas instituições financeiras disponibilizam cartão de crédito e opções de empréstimo para beneficiários do Bolsa Família.

No entanto, é fundamental entender que cada banco estabelece suas próprias normas e critérios de elegibilidade.

Cartão de crédito:

  • Banco Agibank: Oferece um cartão de crédito sem anuidade, com limite pré-aprovado e juros rotativos.
  • Banco Crefisa: Disponibiliza um cartão de crédito com anuidade a partir de R$ 12,00, também com limite pré-aprovado e juros rotativos.
  • Banco Daycoval: Apresenta um cartão de crédito sem anuidade, com limite pré-aprovado e juros rotativos.
  • Banco Inbursa: Disponibiliza um cartão de crédito com anuidade a partir de R$ 10,00, com limite pré-aprovado e juros rotativos.

Empréstimo:

  • Banco Agibank: Oferece empréstimos consignados, com taxas de juros fixas, cujo valor pode ser descontado diretamente do benefício.
  • Banco Crefisa: Disponibiliza empréstimos consignados, com taxas de juros fixas, também com desconto direto do benefício.
  • Banco Daycoval: Apresenta empréstimos consignados, com taxas de juros fixas, cujo valor é descontado diretamente do benefício.
  • Banco Inbursa: Oferece empréstimos consignados, com taxas de juros fixas, e o valor pode ser descontado diretamente do benefício.

Para as famílias brasileiras que dependem desse auxílio, é fundamental estar ciente do calendário de pagamentos referente a março. Confira abaixo:

  • NIS de final 1: 15 de março;
  • NIS de final 2: 16 de março (disponibilização dos valores no sábado, dia 16/03);
  • NIS de final 3: 19 de março;
  • NIS de final 4: 20 de março;
  • NIS de final 5: 21 de março;
  • NIS de final 6: 22 de março;
  • NIS de final 7: 23 de março;
  • NIS de final 8: 26 de março (disponibilização dos valores no sábado, dia 23/03);
  • NIS de final 9: 27 de março;
  • NIS de final 0: 28 de março.

Portanto, é imprescindível que os beneficiários estejam plenamente conscientes das regras do programa e forneçam informações precisas, a fim de evitar bloqueios ou suspensões.

Entre para o nosso grupo no facebook!

Por Que Não Recebi O BÔNUS De R$ 100 Hoje?

Este mês, uma mudança significativa ocorreu no programa Bolsa Família, com a suspensão do pagamento do Vale Gás, impactando parte das mais de 21 milhões de famílias beneficiárias em todo o país.

Os recursos do Vale Gás serão depositados nas contas de poupança social dos beneficiários, exigindo o acesso através do aplicativo Caixa Tem.

Se não visualizarem o valor adicional ao acessar o aplicativo, não há necessidade de preocupação, pois o Vale Gás estará disponível novamente em abril.

Possibilidade de Recebimento do Montante Mínimo do Benefício em Março

Devido à suspensão do Vale Gás, algumas famílias podem receber apenas o montante mínimo do benefício, que permanece em R$ 600 para este período.

Garantia de Continuidade do Benefício e Mudanças Futuras

O Decreto 10.881/2021 assegura a continuidade do benefício até 2026. No entanto, é crucial acompanhar as alterações no programa. Além disso, a proporção do benefício do Vale Gás será reduzida pela metade, passando de 100% para 50% do preço médio nacional do botijão de gás de 13 kg.

Elegibilidade e Inscrição para o Vale Gás

O Vale Gás não exige um procedimento de inscrição aberto, mas há critérios específicos de elegibilidade, incluindo comprovação de renda mensal de até meio salário mínimo por pessoa ou até três salários mínimos como renda familiar. As famílias interessadas devem se dirigir ao Centro de Referência em Assistência Social (CRAS) mais próximo para se inscrever.

Prioridades do Programa Bolsa Família

O programa prioriza famílias com cadastro atualizado no Cadastro Único (CadÚnico), renda mais reduzida, maior quantidade de membros na família e aprovação do gestor com base nas informações disponíveis.