×

Bolsa Família: Convocação e Mudanças em Março

Bolsa Família

Bolsa Família: Convocação e Mudanças em Março

O Bolsa Família é um programa do governo brasileiro que visa ajudar famílias em situação de vulnerabilidade social, garantindo um auxílio financeiro mensal para suprir suas necessidades básicas.

Neste artigo, vamos abordar as atualizações necessárias para continuar recebendo o benefício e as datas de pagamento para os diferentes públicos.

Público 3: Atualização e Recebimento

Para as pessoas do público 3 que receberam a mensagem de benefício bloqueado, é necessário atualizar o cadastro único para evitar o cancelamento do Bolsa Família.

O prazo limite para atualização é até o dia 9 de Fevereiro, garantindo o recebimento em março. Caso a atualização seja feita após essa data, o pagamento será realizado somente em abril.

É importante ressaltar que a atualização pode ser feita em casa, aguardando a visita do funcionário do Cras, ou diretamente no Cras, sem a necessidade de visita.

As datas de averiguação cadastral estão claras no comunicado recebido.

Público 5: Procedimentos e Recebimento

Para as pessoas do público 5, o processo de atualização é semelhante ao público 3, porém com algumas diferenças.

O prazo para atualização é até o dia 9 de Fevereiro para receber em março, evitando o cancelamento do benefício.

Caso a atualização seja feita após essa data, o pagamento será realizado em abril, incluindo os retroativos.

Atenção para o prazo final de atualização, que é até o dia 15 de Março para não ser cancelado. Esteja atento às datas e procedimentos para garantir o recebimento do Bolsa Família.

Público 6: Calendário e Atualização

Para o público 6, as orientações são semelhantes aos públicos anteriores, com prazos definidos para atualização e recebimento do benefício.

O prazo final para atualização é até o dia 15 de Março para receber em abril sem problemas.

Caso a atualização não seja realizada até a data estipulada, o beneficiário será bloqueado e só receberá o pagamento em maio. Fique atento e siga as instruções para não ter o benefício cancelado.

O programa Bolsa Família é essencial para muitas famílias brasileiras, garantindo um suporte financeiro importante para o seu sustento.

É fundamental seguir as orientações de atualização do cadastro único para continuar recebendo o benefício sem interrupções.

Seja do público 3, 5 ou 6, é importante estar atento aos prazos e procedimentos para garantir o recebimento do Bolsa Família.

Com as informações claras e verdadeiras apresentadas neste artigo, você poderá se manter atualizado e evitar possíveis cancelamentos.

Para receber o Bolsa Família em 2024, é necessário atender aos seguintes requisitos:

  • Renda mensal per capita de até R$ 218,00. A renda per capita é calculada dividindo-se a renda total da família pelo número de pessoas que a compõem.
  • Estar cadastradas no Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal (CadÚnico). O CadÚnico é um registro que reúne informações sobre as famílias brasileiras de baixa renda.
  • Comprovar frequência escolar das crianças e adolescentes de 6 a 17 anos. As crianças e adolescentes de 6 a 17 anos devem estar matriculados na escola e frequentando as aulas regularmente.
  • Realizar acompanhamento de saúde de crianças e gestantes. As crianças de 0 a 6 anos e as gestantes devem ser acompanhadas pela rede de saúde pública.

Além desses requisitos, a família também deve cumprir com as regras estabelecidas pelo programa.

Essas regras incluem:

  • Manter os dados atualizados no CadÚnico. As famílias devem informar ao governo qualquer alteração nos seus dados pessoais ou familiares.
  • Participar de ações e programas de assistência social. As famílias podem ser convidadas a participar de ações e programas de assistência social, como cursos profissionalizantes, atividades culturais e esportivas.

Os benefícios do Bolsa Família são pagos mensalmente por meio da Caixa Econômica Federal. O valor do benefício varia de acordo com a composição familiar e a renda per capita.

Para se inscrever no Bolsa Família, a família deve procurar um Centro de Referência de Assistência Social (CRAS) da sua cidade.

O CRAS é uma unidade pública que oferece serviços de assistência social às famílias em situação de vulnerabilidade social.

A inscrição no Bolsa Família é gratuita e não é necessário pagar nenhum valor para participar do programa.

Os tipos de benefícios do Bolsa Família são os seguintes:

  • Benefício Básico: pago a todas as famílias beneficiárias, com o valor de R$ 600,00 por família;
  • Benefício Primeira Infância: pago às famílias com crianças de até 6 anos de idade, com o valor de R$ 150,00 por criança;
  • Benefício Composição Familiar: pago às famílias com gestantes ou lactantes, com o valor de R$ 50,00 por gestante ou lactante;
  • Benefício de Superação da Extrema Pobreza: pago às famílias com renda per capita inferior a R$ 100,00, com o valor de R$ 200,00 por família.

O valor do benefício varia de acordo com a composição familiar e a renda per capita. Por exemplo, uma família com 4 pessoas, com renda per capita de R$ 150,00, receberá os seguintes benefícios:

  • Benefício Básico: R$ 600,00;
  • Benefício Primeira Infância: R$ 150,00 x 2 = R$ 300,00;
  • Benefício Composição Familiar: R$ 50,00 x 1 = R$ 50,00;

Total: R$ 1050,00.

Os benefícios do Bolsa Família são pagos mensalmente por meio da Caixa Econômica Federal.

O pagamento é creditado na conta Caixa Tem nos últimos 10 dias úteis de cada mês, de acordo com o final do Número de Identificação Social (NIS) do responsável familiar.

O Caixa Tem oferece diversos benefícios além do pagamento do Bolsa Família, como:

Pagamentos de outros programas sociais:

  • Abono Salarial PIS/Pasep
  • Auxílio Gás
  • Benefício de Prestação Continuada (BPC)
  • Seguro-desemprego

Serviços bancários:

  • Abertura de conta digital gratuita
  • Transferências de dinheiro (TED e DOC)
  • Pagamento de contas e boletos
  • Recarga de celular
  • Compra de créditos para jogos online
  • Saque de dinheiro em caixas eletrônicos da Caixa

Outros serviços:

Empréstimo Pessoal para quem recebe Bolsa Família solicite aqui!

Lista dos Excluídos e Bloqueados do Bolsa Família de Março: O que você precisa saber

A lista oficial dos excluídos e bloqueados do Bolsa Família em Março de 2024 ainda não foi divulgada pelo Ministério do Desenvolvimento Social (MDS).

A previsão é que a lista seja publicada no dia 15 de Março, no site do MDS e no aplicativo Caixa Tem.

Enquanto a lista oficial não sai, você pode:

  • Consultar seu CPF no site do MDS:
  • Verificar o status do seu benefício no aplicativo Caixa Tem:
    • Baixe o aplicativo Caixa Tem (Android ou iOS)
    • Acesse o aplicativo com seu CPF e senha
    • Clique em “Bolsa Família”
    • Na tela inicial, você verá o status do seu benefício

Motivos para exclusão ou bloqueio:

  • Inconsistências cadastrais:
    • Renda familiar acima do limite
    • Ausência de atualização de dados
    • Falecimento do beneficiário
  • Não cumprimento das condicionalidades:
    • Frequência escolar
    • Acompanhamento de saúde
  • Outras razões:
    • Benefício indevido
    • Duplicidade de pagamento

O que fazer se você foi excluído ou bloqueado:

  • Acesse o site do MDS ou o aplicativo Caixa Tem para verificar o motivo da exclusão ou bloqueio.
  • Se você discordar da decisão, você pode:
    • Entrar com recurso no site do MDS: 
    • Procurar uma unidade do CRAS (Centro de Referência de Assistência Social)

Importante:

  • O prazo para entrar com recurso é de 30 dias.
  • Você pode ter direito a outros programas sociais, mesmo que tenha sido excluído do Bolsa Família.