×

Bolsa Família: Lista de grupos que irão receber o 13° do governo

 Bolsa Família

Bolsa Família: Lista de grupos que irão receber o 13° do governo

 Bolsa Família: Em junho, uma medida especial adotada pelo governo de Pernambuco garantirá o pagamento do décimo terceiro salário, também conhecido como gratificação natalina ou subsídio de Natal, aos beneficiários do programa Bolsa Família no estado.

No entanto, é importante ressaltar que essa iniciativa é exclusiva para os segurados de Pernambuco e não está vinculada às regras gerais do programa em nível nacional.

Isso significa que os beneficiários de outros estados não terão acesso ao repasse adicional.

O décimo terceiro salário é um benefício tradicionalmente concedido aos empregados regidos pela Consolidação das Leis do Trabalho (CLT) em todo o país.

Ele consiste em um pagamento adicional, cujo valor varia, mas geralmente se aproxima de um salário mensal.

No caso dos beneficiários do Bolsa Família em Pernambuco, o governo estadual decidiu estender esse benefício como uma medida de apoio e incentivo às famílias em situação de vulnerabilidade social.

É fundamental compreender que essa ação é uma iniciativa do governo de Pernambuco e não segue as regras estabelecidas pelo programa Bolsa Família em nível nacional.

Portanto, apenas os beneficiários do estado de Pernambuco terão acesso ao repasse do décimo terceiro salário.

Os demais beneficiários de outros estados não serão contemplados com esse pagamento adicional.

Além disso, vale informar que o repasse será feito entre os dias 19 e 30 de junho, seguindo o calendário escalonado de acordo com o último dígito do Número de Identificação Social (NIS) do Responsável Familiar, para todos os segurados. O valor será depositado na conta digital do Caixa Tem.

Aumento do Bolsa Família em junho

O programa Bolsa Família, que promove a transferência de renda a famílias em situação de vulnerabilidade social em todo o país, trará um incremento significativo na parcela regular a partir de junho.

O reajuste será baseado na composição familiar, resultando em um repasse maior por pessoa do núcleo familiar e, em certos casos, poderá haver benefícios adicionais para crianças, adolescentes, gestantes e nutrizes (mulheres que amamentam).

Conforme as novas diretrizes, o valor repassado por pessoa do núcleo familiar será acrescido de 142 reais, representando um aumento considerável no montante total.

Essa medida visa garantir um suporte financeiro mais robusto às famílias beneficiárias do programa Bolsa Família.

Entretanto, é importante ressaltar que a nova regra da parcela regular não se aplicará a famílias com quatro ou menos pessoas.

Nesses casos, o valor repassado permanecerá em 600 reais, assegurando que o piso do benefício não seja reduzido para as famílias menores.

Brasileiros podem solicitar a devolução dos gastos realizados em seus cartões

Benefícios Adicionais do Bolsa Família: Apoio Financeiro para Famílias Vulneráveis

O programa Bolsa Família, do Ministério do Desenvolvimento Social (MDS), oferece benefícios adicionais às famílias em situação de vulnerabilidade social, visando proporcionar suporte financeiro para suas necessidades básicas.

A partir de junho, será iniciado o repasse do Benefício Variável Familiar, que garante um adicional de R$ 50 para crianças e adolescentes entre 7 e 18 anos, gestantes em acompanhamento pré-natal e nutrizes.

Além disso, o programa já realiza o repasse do Benefício Primeira Infância, que disponibiliza R$ 150 para cada criança de 0 a 6 anos dentro da família.

O Benefício Variável Familiar é acumulativo e ilimitado, ou seja, será pago a todos os membros da família que atendam aos critérios estabelecidos.

Esse adicional tem como objetivo auxiliar financeiramente nas despesas relacionadas à alimentação, saúde e educação das crianças e adolescentes, bem como no acompanhamento pré-natal das gestantes e no apoio às nutrizes.

O Benefício Primeira Infância, por sua vez, é destinado às crianças de 0 a 6 anos da família beneficiária.

Assim como o Benefício Variável Familiar, esse adicional também é acumulativo e ilimitado, sendo pago para todas as crianças dentro dessa faixa etária.

O objetivo é fornecer assistência financeira adicional às famílias que possuem crianças em idade pré-escolar, a fim de suprir suas necessidades básicas de cuidados, nutrição e desenvolvimento.

É importante destacar que a mesma família pode receber ambos os benefícios adicionais caso tenha beneficiários que se enquadrem nos critérios estabelecidos. Isso possibilita um suporte financeiro mais amplo e adaptado às necessidades de cada família beneficiária do programa Bolsa Família.