×

Bolsa Família negado; qual o próximo passo para garantir o benefício?

Bolsa Família negado

Bolsa Família negado; qual o próximo passo para garantir o benefício?

O Bolsa Família negado pode representar um desafio significativo para muitas famílias que dependem desse auxílio como uma fonte crucial de sustento.

Diante desse cenário, é crucial compreender os passos a serem tomados para reverter essa decisão e garantir o acesso ao programa.

Neste contexto, exploraremos estratégias e recursos disponíveis para que as famílias possam entender as razões por trás da recusa e buscar as medidas necessárias para superar os obstáculos.

Ao compreender os próximos passos a serem tomados, as famílias podem potencialmente assegurar o benefício do Bolsa Família, proporcionando um alívio financeiro vital para suas necessidades básicas.

O Bolsa Família é um programa social do governo federal que visa combater a pobreza e a desigualdade no Brasil.

O programa oferece uma renda mensal para famílias em situação de vulnerabilidade social, desde que elas cumpram algumas regras e condicionalidades.

No entanto, muitas famílias acabam tendo o seu benefício negado, suspenso ou cancelado por diversos motivos.

Neste artigo, vamos explicar quais são as principais causas da negativa do Bolsa Família e como você pode resolver os problemas que impedem o recebimento do benefício.

Quais são as regras do Bolsa Família?

Para participar do Bolsa Família, a família deve atender aos seguintes requisitos:

  • Ter uma renda familiar mensal de até R$ 218 por pessoa.
  • Estar inscrita no Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal (CadÚnico).
  • Acompanhar o calendário de vacinação e a avaliação de peso e altura das crianças menores de 7 anos.
  • Garantir uma frequência escolar mínima de 85% para crianças e adolescentes de 6 a 15 anos e de 75% para adolescentes de 16 e 17 anos.

O valor do benefício varia de acordo com a composição e a renda da família, podendo chegar a R$ 372 por mês. O pagamento é feito por meio de um cartão magnético, que deve ser usado em uma agência da Caixa Econômica Federal ou em uma casa lotérica.

Por que o Bolsa Família negado?

Existem algumas situações que podem levar à negativa do Bolsa Família, ou seja, à recusa do benefício para uma família que se candidatou ao programa.

As principais são:

  • Não cumprimento das regras do programa, como ter uma renda familiar acima do limite estabelecido ou não estar inscrito no CadÚnico.
  • Falta de atualização cadastral no CadÚnico, que deve ser feita a cada dois anos ou sempre que houver alguma mudança na situação da família, como nascimento, morte, mudança de endereço, de renda ou de escola.
  • Descumprimento das condicionalidades de saúde e educação, que podem gerar advertências, bloqueios, suspensões ou cancelamentos do benefício, dependendo da gravidade e da frequência das ocorrências.

Como resolver os problemas que impedem o recebimento do Bolsa Família?

NIS

Se você teve o seu benefício negado, suspenso ou cancelado, não se desespere. Você pode tomar algumas providências para tentar reverter a situação e garantir o seu direito.

Veja o que fazer em cada caso:

  • Caso de descumprimento das regras do programa: você deve verificar se a sua família realmente se enquadra nos critérios de elegibilidade do Bolsa Família e se o seu cadastro está correto e atualizado. Se houver algum erro ou inconsistência, você deve procurar o setor responsável pelo programa na sua cidade e apresentar os documentos que comprovem a sua situação, como comprovante de renda, de residência e de escolaridade dos filhos.
  • Caso de falta de atualização cadastral no CadÚnico: você deve acessar o site do CadÚnico ou ligar para o número 0800 726 0207 e verificar se o seu cadastro está atualizado. Se não estiver, você deve procurar uma unidade do Centro de Referência de Assistência Social (CRAS) mais próxima da sua casa e fazer a atualização dos seus dados. Você também pode fazer a atualização pelo aplicativo Meu CadÚnico, disponível para Android e iOS.
  • Caso de descumprimento das condicionalidades de saúde e educação: você deve verificar se as suas crianças e adolescentes estão com as vacinas em dia e com o acompanhamento nutricional adequado. Você também deve verificar se eles estão frequentando a escola regularmente e se não há nenhuma falta injustificada. Se houver algum problema, você deve procurar a unidade de saúde ou a escola e regularizar a situação. Você também deve apresentar os comprovantes de vacinação e de frequência escolar no CRAS.

Como evitar Bolsa Família negado no futuro?

Para evitar que o seu benefício seja negado, suspenso ou cancelado novamente, você deve seguir algumas dicas simples, mas importantes:

  • Mantenha o seu cadastro no CadÚnico sempre atualizado, informando qualquer mudança na sua família ou na sua renda.
  • Acompanhe o calendário de pagamento do Bolsa Família e saque o seu benefício dentro do prazo, que é de 90 dias após a data prevista.
  • Acompanhe o extrato do Bolsa Família, que pode ser consultado pelo site da Caixa, pelo aplicativo Bolsa Família, pelo telefone 0800 726 0207 ou em um terminal de autoatendimento da Caixa. O extrato mostra o valor do benefício, a data de pagamento, o motivo de eventuais bloqueios ou suspensões e as orientações para resolver os problemas.
  • Cumpra as condicionalidades de saúde e educação, levando as suas crianças e adolescentes para vacinar e para pesar e medir, e garantindo que eles frequentem a escola com assiduidade.
  • Procure o CRAS sempre que tiver alguma dúvida ou dificuldade em relação ao Bolsa Família e solicite orientação e apoio.

O Bolsa Família é um programa que pode fazer a diferença na vida de muitas famílias brasileiras, mas que exige alguns compromissos e responsabilidades.

Se você quer continuar recebendo o benefício ou se candidatar ao programa, você deve seguir as regras e as condicionalidades estabelecidas pelo governo e manter o seu cadastro atualizado.

Se você teve o seu benefício negado, suspenso ou cancelado, não perca a esperança. Você pode resolver os problemas que impedem o recebimento do benefício e recuperar o seu direito.

Basta seguir as orientações que demos neste artigo e procurar o CRAS mais próximo da sua casa.

Pagamento do Bolsa Família

O pagamento do Bolsa Família é feito exclusivamente pela Caixa Econômica Federal, nas agências, lotéricas ou caixas eletrônicos. O responsável familiar deve apresentar um documento oficial com foto para receber o benefício.

O valor do Bolsa Família é creditado na conta Caixa Tem nos últimos 10 dias úteis de cada mês, de acordo com o final do Número de Identificação Social (NIS) do responsável familiar.

O Caixa Tem oferece diversos benefícios além do pagamento do Bolsa Família. Confira alguns dos principais:

1. Pagamento de outros benefícios sociais:

  • Abono Salarial
  • Programa Pé de Meia
  • Auxílio Gás
  • Benefício de Prestação Continuada (BPC)
  • Seguro-desemprego
  • PIS/Pasep

2. Conta digital gratuita:

  • Abra sua conta em minutos pelo aplicativo Caixa Tem
  • Receba e transfira dinheiro
  • Pague contas e boletos
  • Faça recargas de celular
  • Consulte saldo e extrato

3. Cartão de débito virtual e físico:

4. Empréstimos:

  • Solicite empréstimos consignados com taxas de juros competitivas
  • Utilize o dinheiro para realizar seus sonhos

Crédito Pessoal Crefisa Baixa renda - Solicite Aqui!