Caixa revela a quantidade de famílias que já solicitaram o Empréstimo do Auxílio Brasil

Caixa convoca beneficiários do Auxílio Brasil

A Caixa Econômica Federal começou nesta segunda-feira, 10 de outubro, a liberação do empréstimo consignado pelo aplicativo Caixa Tem.

O aplicativo foi lançado como parte do Auxílio Brasil, programa econômico financiado pela Caixa Econômica Federal. Mais de 5.000 famílias solicitaram este empréstimo na mesma data.

A Caixa liberou o empréstimo do Auxílio Brasil, cobrando taxa de juros inferior ao valor máximo estabelecido pela regulamentação, mas levando em conta o desconto de até 160 reais por mês, a taxa de juros mensal é de 3,45%, ou seja, 0,05% inferior à os 3,5% definidos como o limite.

Cobrar uma taxa inferior à alíquota determinada pela regulamentação do Ministério da Cidadania é uma boa notícia para os beneficiários do Auxílio Brasil que desejam obter um empréstimo, pois o desconto é menor e o beneficiário terá um valor “sobrado” maior. Você pode realmente usá-lo.

Além disso, das 12 empresas autorizadas a trabalhar com o empréstimo do Auxílio Brasil, apenas o Banco Pan e a Caixa confirmaram que continuarão processando empréstimos , enquanto o Banco Safra, Facta Financeira e Banco Daycoval revelaram que não concederam empréstimos, deixando para outros bancos.

Os beneficiários do Auxílio Brasil poderão solicitar R$ 2.423 pelo aplicativo Caixa Tem e pagar R$ 160 em 24 vezes, descontados mensalmente do benefício, veja como contratar:
  • Abra o aplicativo Caixa Tem utilizando CPF e Senha cadastrados;
  • Vá até a opção “Empréstimos”;
  • Escolha a opção “Simular e Contratar”;
  • Depois, escolha a opção “Empréstimo Consignado”;
  • Pronto, basta conferir os valores, os termos e condições e escolher a opção “Contratar”.

Apesar do anúncio da opção no Caixa Tem, muitos beneficiários relataram que não conseguiram completar a simulação e assinar o contrato de empréstimo porque receberam a seguinte mensagem: “Desculpe, não foi possível realizar a operação. No momento você não consegue contratar o empréstimo consignado”.

Solicitar empréstimo consignado do Auxílio Brasil pelo Caixa Tem

Até o momento, não está claro o que motivou a rejeição do empréstimo Auxílio Brasil, ou se estava relacionado ao pedido, ou se estava relacionado ao beneficiário tentando solicitar o empréstimo.

Isso porque a Caixa não anunciou oficialmente os contratos de empréstimo consignado, então pode haver problemas no aplicativo que ainda serão abordados, ou algum tipo de análise de crédito de beneficiários que não previram antes, mas podem ocorrer.

Lista de bancos que trabalha com o consignado do Auxílio Brasil

Para trabalhar com o empréstimo do Auxílio Brasil, a portaria previa que os bancos enviassem ofício ao Ministério da Cidadania informando sobre a intenção de ofertar o empréstimo, e entre as empresas que já haviam cumprido essa disposição, o governo emitiu doze para oferecer aos expedidores, confira a lista:

  • Caixa Econômica Federal (já confirmou);
  • Banco Agibank S/A (não se manifestou);
  • Banco Crefisa S/A (não se manifestou);
  • Banco Daycoval S/A (desistiu);
  • Banco Pan S/A (já confirmou);
  • Banco Safra S/A (desistiu);
  • Capital Consig Sociedade de Crédito Direto S/A (não se manifestou);
  • Facta Financeira S/A Crédito, Financiamento e Investimento (desistiu);
  • Pintos S/A Créditos (não se manifestou);
  • QI Sociedade de Crédito Direto S/A (não se manifestou);
  • Valor Sociedade de Crédito Direto S/A (não se manifestou);
  • Zema Crédito, Financiamento e Investimento S/A (não se manifestou).

O ministro da Cidadania, Ronaldo Bento, afirmou recentemente que 60 instituições financeiras manifestaram interesse em trabalhar com o empréstimo Auxílio Brasil, mas muitas empresas temem que os beneficiários percam seus benefícios e inadimplam o empréstimo, o que aumenta o risco de perdas, por isso algumas já optaram por sair e não liberar o crédito.

Empréstimo consignado do Auxílio Brasil

De acordo com a Portaria nº 816 do Ministério da Cidadania, os beneficiários poderão solicitar a assistência encontrando as informações necessárias para firmar contrato com a empresa por meio do extrato de pagamento do benefício.

Também especifica um número máximo de parcelas de 24 (vinte e quatro) parcelas mensais e parcelas consecutivas, ou seja, uma cobrança obrigatória é imposta a cada mês até que o empréstimo seja totalmente quitado, não sendo permitido o “pular” parcelas em nenhum momento .

Outro ponto importante é a taxa de juros, que não pode ser superior a 3,5% ao mês, tornando o Auxílio Brasil semelhante ao que cobra dos aposentados e pensionistas do INSS.

%d blogueiros gostam disto: