Caixa Tem

Caixa Tem mostra Auxílio Brasil de apenas R$ 240- Entenda o motivo

A próxima parcela do Auxílio Brasil começa no dia 17 de novembro, mas os benefícios já podem ser vistos online. As liberações do aplicativo Caixa Tem estão caindo, conforme relatado pelos beneficiários do programa.

Muitos brasileiros que visitaram a plataforma perceberam que o parcelamento era de apenas 240 reais, não os 600 reais esperados, mostraram as informações. Além de não atingir a totalidade do benefício de 400 reais, esse valor não contempla os adicionais de 200 reais anunciados antes de dezembro.

Entendo o motivo da queda

A redução do benefício de novembro pode ser explicada de forma muito simples. A partir deste mês, a Secretaria de Cidadania começará a descontar as parcelas do empréstimo salarial para as pessoas que aderirem a uma linha de crédito.

No consignado do Auxílio Brasil, a dívida é descontada diretamente na folha de pagamento, antes mesmo de o dinheiro ser repassado para o aprovado, o que reduz a possibilidade de inadimplência. Nesse momento, o desconto das parcelas para assinatura de créditos começará em breve.

O modelo permite contratar 40% dos benefícios básicos do programa, hoje R$ 400, sem considerar benefícios adicionais. Quem usou o limite integral pagará R$ 160 em 24 vezes.

Pelas regras, os bancos podem cobrar das empreiteiras juros de até 3,5% ao mês, sem carência. A Caixa Econômica Federal tem uma taxa de juros de 3,45% ao mês, um pouco abaixo do teto.

Problemas no desconto do beneficio

Os motivos acima não dizem o que aconteceu com os beneficiários que não solicitaram o crédito, mas mesmo assim o valor foi descontado da parcela. Também há relatos de pessoas com empréstimos negados e, mesmo assim, o desconto aparece no extrato do Auxílio Brasil.

Nesses casos, o Ministério da Cidadania orienta que apenas os consumidores lesados ​​devem registrar reclamação no site Consumidor.gov.br.

A Caixa exige que quem não reconhecer um contrato em seu nome se dirija a uma das agências físicas do banco para verificação.

Os R$ 200 complementares?

Segundo o Ministério da Cidadania, o complemento de 200 reais não constava do requerimento durante a consulta porque estava sendo processado pela Dataprev.

Porém, a pasta garante que o valor estará disponível nos próximos dias e será creditado normalmente em novembro.

%d blogueiros gostam disto: