Calendário do Auxílio Brasil de dezembro

Calendário do Auxílio Brasil de dezembro sofre alteração – Confira as datas de pagamento

A Caixa Econômica Federal divulgou o cronograma de pagamento do auxílio Brasil para dezembro. O Ministério da Cidadania não informou se haverá adiantamento para o último mês do ano.

Vale lembrar que a parcela de outubro foi antecipada, mas novembro não aconteceu. Espera-se que os pagamentos sigam a data original do calendário. Os benefícios são pagos com base no último dígito do NIS (Número de Identificação Social).

Veja agora o calendário:

  • Final do NIS com dígito 1: 12 de dezembro de 2022;
  • Final do NIS com dígito 2: 13 de dezembro de 2022;
  • Final do NIS com dígito 3: 14 de dezembro de 2022;
  • Final do NIS com dígito 4: 15 de dezembro de 2022;
  • Final do NIS com dígito 5: 16 de dezembro de 2022.
  • Final do NIS com dígito 6: 19 de dezembro de 2022;
  • Final do NIS com dígito 7: 20 de dezembro de 2022;
  • Final do NIS com dígito 8: 21 de dezembro de 2022;
  • Final do NIS com dígito 9: 22 de dezembro de 2022;
  • Final do NIS com dígito 0: 23 de dezembro de 2022.

O que é o Auxílio Brasil?

O programa de transferência de renda criado pelo atual presidente Jair Messias Bolsonaro (PL) substituiu o Bolsa Família criado em 2003. Este benefício destina-se a ajudar as famílias pobres ou extremamente pobres a participar do programa social do governo (CadÚnico).

Atualmente, o valor de uma família recebendo benefícios é de R$ 600. No entanto, o Auxílio Brasil foi eleito um benefício de 400 reais. Seu valor mudou com a PEC aprovada pelo congresso, garantindo um aumento de 200 reais.

Vale ressaltar, porém, que o auxílio atual só manterá o valor da parcela em R$ 600 até dezembro. A partir do ano que vem, a proposta do governo Bolsonaro é restabelecer o auxílio para uma média de 405 reais.

O Futuro do Auxílio Brasil

O valor do Auxílio Brasil para 2023 é atualmente incerto. Isso porque o novo governo federal acredita que deve manter R$ 600 a partir de janeiro do ano que vem.

No entanto, eles precisam da aprovação do governo federal para uma PEC de Transição que pretendem implementar no ano que vem.

Famílias com filhos menores de 6 anos recebem um adicional de R$ 150 por filho adicionado ao Auxílio Brasil após a aprovação do programa. Cada parcela de R$ 600 inclui R$ 150 para famílias com filhos de até 6 anos.

%d blogueiros gostam disto: