Conheça o futuro de quem mora sozinho e recebe auxílio do Brasil: vai perder o benefício?

auxílio do Brasil

Em nota divulgada na última sexta-feira (09), o Ministério da Cidadania informou que fará nos próximos meses um levantamento cadastral em grande escala das famílias do Auxílio Brasil, que voltará a se chamar Bolsa Família em janeiro. O principal alvo do pente fino do governo são as famílias unilaterais, ou seja, famílias com apenas um membro.

Ao todo, estima-se que cerca de 2 milhões de domicílios com esse perfil estejam cadastrados informalmente e, portanto, não receberiam benefícios de forma inadequada. Portanto, os beneficiários que fornecerem informações verdadeiras ao governo não precisam se preocupar, pois não serão afetados pelo bloqueio.

Isso porque o pente-fino tem como principal objetivo localizar beneficiários do Auxílio Brasil que moram com parentes e informam ao CadÚnico que moram sozinhos; beneficiários que convivem com pessoas não aparentadas e informam ao governo que moram sozinhos; ou informe o governo Eles moram sozinhos com beneficiários em endereços falsos, apenas para obter benefícios extras.

Isso porque o objetivo da investigação é apurar quais domicílios estão recebendo indevidamente o mensalão, pois suspeita-se que quase 2 milhões de domicílios tenham sido artificialmente divididos em unifamiliares, ou seja, domicílios com apenas um integrante, garantido assim receber dois benefícios do Auxílio Brasil.

Quem mora sozinho perderá o Auxílio Brasil?

Portanto, os beneficiários que possuem dados atualizados, na verdade moram sozinhos e atendem a todas as condições de renda exigidas pelo Auxílio Brasil, não precisam se preocupar. Isso porque esses beneficiários nem seriam obrigados a renovar o cadastro se não houvesse suspeitas de infrações.

No entanto, caso sejam citados por acaso, basta apresentar ao governo todos os documentos necessários, como comprovante de renda e residência, para comprovar a veracidade das informações comunicadas anteriormente. Assim, após a verificação, tudo tem que ficar como está e as famílias beneficiadas continuarão recebendo normalmente.

Quem recebe o Auxílio Brasil?

Para receber os benefícios mensais do Auxílio Brasil, é preciso estar inscrito e permanecer inscrito no cadastro único do governo federal, conhecido como CadÚnico, e estar dentro da renda per capita exigida pelas regras do programa, veja:

  • Situação de extrema pobreza: renda mensal por pessoa da família entre R$0 e R$105 ao mês;
  • Situação de pobreza: A renda mensal per capita deve estar entre R$ 105,01 e R$ 210, e também deve haver no domicílio membros menores de 21 anos e/ou gestantes.

Isso significa que você deve estar inscrito no CadÚnico e ter renda atual dentro das faixas acima para receber os benefícios em dezembro e continuar recebendo em 2023.

Além disso, o Auxílio Brasil exige das famílias cujos filhos devem ter o ensino médio (85%+) e todas as vacinas em dia, se tudo estiver correto, não haverá cortes após a penteação.

Calendário de pagamentos dezembro

A família do Auxílio Brasil (futuro Bolsa Família) já tem o calendário de pagamento para dezembro, quando receberá o tradicional valor de 600 reais.

Os pagamentos começaram na última segunda-feira (12) e seguirão até o dia 23 de dezembro, conforme número final do CPF NIS, confira:

  • Final do NIS 1 – 12 de dezembro;
  • Final do NIS 2 – 13 de dezembro;
  • Final do NIS 3 – 14 de dezembro;
  • Final do NIS 4 – 15 de dezembro;
  • Final do NIS 5 – 16 de dezembro;
  • Final do NIS 6 – 19 de dezembro (liberado no sábado, 17, por conta de ser em uma segunda);
  • Final do NIS 7 – 20 de dezembro;
  • Final do NIS 8 – 21 de dezembro;
  • Final do NIS 9 – 22 de dezembro;
  • Final do NIS 0 – 23 de dezembro.

Neste mês, o programa atendeu mais de 21 milhões de beneficiários com um valor médio de R$ 607,14 e um investimento total do governo federal de R$ 13 bilhões. Além disso, os pagamentos são antecipados para que sejam feitos antes do Natal, mas, em janeiro, não deve haver o que esperar do novo Bolsa Família.

%d blogueiros gostam disto: