CANCELAMENTO do seu Auxílio Brasil

Conheça os motivos que podem levar ao CANCELAMENTO do seu Auxílio Brasil

O Cadastro Único (CadÚnico) é um dos requisitos do Auxílio Brasil. O Ministério da Cidadania pode selecionar os beneficiários do programa e verificar sua elegibilidade por meio do CadÚnico. Confira como evitar cancelamentos de benefícios.

A falta de atualizações do CadÚnico pode fazer com que o Auxílio Brasil seja bloqueado. Ao registarem-se, os cidadãos comprometem-se a renovar o seu registo sempre que a situação familiar se altere ou, pelo menos, de dois em dois anos.

O ministério da Cidadania estabeleceu o dia 14 de outubro como prazo para atualização de cadastros de pessoas cadastradas no CadÚnico que não atualizam desde 2016 ou 2017, mas estenderam o prazo por mais um mês.

Atualização do CadÚnico para o Auxílio Brasil

Com o prazo de atualização do CadÚnico se aproximando, brasileiros que tentam atualizar o Cadastro Único no Centro de Referência da Assistência Social têm visto longas filas nos postos do CadÚnico nas últimas semanas. Isso levou o governo a estender o prazo de formalização por mais um mês para que aqueles que não renovaram seus registros desde 2016 e 2017 possam fazê-lo até 14 de novembro de 2022.

A partir de julho de 2023, os inscritos que não renovarem seus cadastros poderão ser excluídos do CadÚnico e o Auxílio Brasil será bloqueado. Aqueles que não renovaram seus registros desde 2018 e 2019 serão convocados para os próximos anos, com atrasos devido à pandemia de Covid-19.

Como verificar se é necessário atualizar o Auxílio Brasil

O status CadÚnico do usuário está disponível no aplicativo Cadastro Único, na Play Store para dispositivos Android e na App Store para dispositivos IOS, ou no site onde você pode fazer login com o Gov.BR. Nesses canais, é possível verificar se os inscritos foram convocados para se inscrever nas atualizações.

O aplicativo também permite que os cidadãos confirmem os dados cadastrados. Caso haja alguma alteração, deve-se procurar um dos postos físicos de atendimento para normalização. Para o CadÚnico, é necessário atender a alguns requisitos:

  • Ter renda familiar mensal de até meio salário mínimo per capta (R$ 550);
  • Ter renda familiar mensal de até três salários mínimos (R$ 3.300);
  • Renda familiar acima de três salários mínimos, desde que o cadastro seja relevante para a inclusão de programas sociais nas três esferas de governo;
  • Morar sozinho – constituem as chamadas famílias unipessoais;
  • Viver em situação de rua — sozinho ou com a família.

Os ajustes devem ser feitos em um dos postos de atendimento do Cadastro Único e do Programa Bolsa Família dos municípios ou no Centro de Referência da Assistência Social (CRAS).

Programas que usam o CadÚnico

Além do Auxílio Brasil, diversos programas têm o CadÚnico como requisito de inscrição, confira:

  • Aposentadoria para pessoa de baixa renda;
  • Bolsa Verde – Programa de Apoio à Conservação Ambiental;
  • Carta Social;
  • Carteira do Idoso;
  • Fomento – Programa de Fomento às Atividades Produtivas Rurais;
  • ID Jovem;
  • Isenção de Taxas em Concursos Públicos;
  • Passe Livre para pessoas com deficiência;
  • Programa Brasil Carinhoso;
  • Programa Casa Verde e Amarela;
  • Programa de Cisternas;
  • Programa de Erradicação do Trabalho Infantil – PETI​;
  • Pro Jovem Adolescente;
  • Programa Tarifa Social de Energia Elétrica;
  • Telefone Popular.
%d blogueiros gostam disto: