Decimo terceiro do Auxílio Brasil

Decimo terceiro do Auxílio Brasil: qual será o valor do pagamento?

Com o advento dos últimos dois meses do ano, os beneficiários do Auxílio Brasil aguardam o tormento da décima terceira parcela do programa social. No entanto, até o momento a parcela adicional permanece apenas pendente.

A parcela seria dividida em dois pontos: 50% da parcela adicional em junho e o mesmo aumento de 50% em dezembro. O que dá um total da décima terceira parcela por ano.

No entanto, a lei que visa instituir o décimo terceiro Auxílio Brasil, substituto do Bolsa Família, foi rejeitada e não será uma realidade para as famílias dos beneficiários agora em 2022.

A ideia foi examinada na Câmara dos Deputados e no Senado Federal durante uma votação sobre o dólar fixo brasileiro 400. Como não foi votado, não haverá o 13º do Auxilio Brasil este ano.

O PL nº 625/2022, elaborado pelo senador Alexandre Silveira (PSD), está em vigor desde março deste ano.

Benefícios do Auxílio Brasil

As famílias cadastradas no Cadastro Único e com renda mensal máxima de R$ 210 por pessoa podem se inscrever no Programa de Assistência Social.

Além do benefício básico de R$ 600 mensais (em caso de emergência), o Auxílio Brasil tem renda adicional de acordo com perfis familiares. Como Bolsa Esportiva, Bolsa de Iniciação Científica, Integração Produtiva no Campo, Integração Produtiva nas Cidades.

O Auxílio Brasil abrange famílias que vivem em extrema pobreza, pobreza e o princípio da emancipação. As famílias participantes do programa também podem receber descontos na conta de luz (tarifa social) e no Auxílio Gás, pagos bimestralmente.

O desconto na conta de energia, concedido pelo governo federal às famílias de baixa renda cadastradas no Cadastro Único, varia de 10% a 65%, até o limite de consumo de 220 kWh, dependendo do consumo mensal de cada família.

%d blogueiros gostam disto: