Dinheiro esquecido pode liberar saque de mais de R$ 1 mil em bancos

Dinheiro esquecido

A devolução do valor que foi esquecido no banco poderá ser reposta em breve! Segundo dados do Banco Central (BC), os recursos disponíveis ultrapassam R$ 4,6 bilhões. Cerca de 470.000 pessoas estão esquecidas e presas em instituições por mais de 1.000 reais. A expectativa é que todo esse dinheiro volte para seus donos.

Com isso, a segunda fase de consultas sobre o Sistema do Valor de Recebíveis (SVR) estava inicialmente prevista para 2 de maio. No entanto, o processo foi suspenso devido à greve do servidor físico. Vale lembrar que a greve ocorreu entre os meses de abril e julho, afetando o funcionamento geral da instituição.

Dinheiro esquecido: quais os valores para saque?

De acordo com portaria normativa sobre o assunto publicada em novembro, os bancos devem enviar informações sobre valores esquecidos ao BC. Portanto, três tipos de valores são notificados:

  • Conta cadastrada aberta por corretora de valores mobiliários com a finalidade de registrar operações encerradas de clientes com saldo disponível;
  • Contas de pagamento pré e pós-pagas encerradas ainda com valores;
  • Outras situações reconhecidas pelas instituições financeiras.

Desta forma, o valor esquecido na conta é distribuído da seguinte forma:

  • 23,58 milhões de correntistas: até R$ 10 (68% do total);
  • 7,94 milhões: entre R$ 10 e cem reais (23%);
  • 2,86 milhões: entre cem e mil reais (8%);
  • 476,5 mil: acima de mil reais (1%).

Todas as informações enviadas ao Banco Central já estão sendo avaliadas e estarão à disposição dos brasileiros assim que o SVR reabrir.

A entidade diz que está trabalhando em melhorias no sistema para facilitar o acesso e incluir novos tipos de valor, como pagamentos por herdeiros e representantes legais do falecido.

Depois de reaberto, o valor fornecido pela morte de um cidadão também estará disponível no sistema. A data de lançamento provavelmente será em janeiro, já que melhorias serão feitas até então.

%d blogueiros gostam disto: