Pular para o conteúdo

Divulgada a lista dos beneficiários do Bolsa Família que receberão o pacote adicional de R$ 150

Bolsa Família

Uma excelente notícia foi divulgada pelo governo nesta semana para os usuarios do Bolsa Família: um novo pacote adicional no valor de R$ 150 foi confirmado para o mês de junho.

Com a aprovação da Medida Provisória nº 1.164, os novos valores do Bolsa Família começarão a ser depositados a partir de junho. Nesta publicação, apresentaremos todos os detalhes para você.

Confirmado desde março, o Benefício Variável Familiar é um adicional que visa beneficiar as mães que fazem parte do programa Bolsa Família.

Até maio, apenas dois benefícios estavam inclusos nesse bônus: R$ 50 destinados a gestantes e R$ 50 para mães com filhos entre sete e dezoito anos de idade.

No entanto, no último mês, foi adicionado mais um grupo: lactantes, que também receberão R$ 50.

Dessa forma, quando somamos os três valores, um total de R$ 150 será disponibilizado para as beneficiárias do Bolsa Família.

Os depósitos terão início na próxima semana, no sábado, dia 17, para aqueles que recebem suas parcelas do programa na segunda-feira, dia 19.

Confira abaixo o calendário completo de pagamentos do Bolsa Família para o mês de junho:

Dígito final do NIS Data
1 19/06
2 20/06
3 21/06
4 22/06
5 23/06
6 26/06
7 27/06
8 28/06
9 29/06
0 30/06

Outros valores confirmados no Bolsa Família

É importante ressaltar que, a partir de junho, o Bolsa Família terá seus pagamentos completos, abrangendo todos os adicionais do benefício para aqueles que preenchem os requisitos de elegibilidade.

Com isso, espera-se que o valor médio supere as quantias de abril e estabeleça um novo recorde.

Em relação aos pagamentos, temos o Benefício Primeira Infância, que continuará sendo concedido em junho.

Esse auxílio oferece uma parcela adicional de R$ 150 para cada criança de até seis anos, possibilitando que as famílias recebam um total de até R$ 600.

Além disso, temos o Benefício de Renda de Cidadania, que pagará um valor de R$ 142 para cada membro da família.

Dessa forma, em casos de famílias com dez pessoas, os beneficiários podem receber até R$ 1.420, superando inclusive um salário mínimo. Já as famílias com menos membros recebem R$ 142 por cada um deles, e o governo completa o valor até atingir R$ 600.

Esses benefícios representam um suporte significativo para as famílias em situação de vulnerabilidade, proporcionando uma renda adicional e auxiliando no enfrentamento das dificuldades financeiras.

É importante que os beneficiários estejam atentos aos calendários de pagamentos para garantir o recebimento dos valores de acordo com as datas estipuladas pelo programa Bolsa Família.

Comunicado do Governo para Beneficiários do Bolsa Família com Cadastro ativo no CadÚnico

Além dos benefícios mencionados anteriormente, o Bolsa Família também oferece outros tipos de auxílios que contribuem para a melhoria das condições de vida das famílias cadastradas.

Um deles é o Benefício para Superação da Extrema Pobreza, que visa ajudar as famílias que ainda se encontram em situação de extrema vulnerabilidade.

Esse benefício é concedido quando o valor calculado pela soma dos benefícios recebidos no programa e a renda per capita familiar é inferior a um determinado limite estabelecido pelo governo.

Nesses casos, o Bolsa Família complementa o valor para garantir que a família alcance esse limite mínimo.

Outro benefício importante é o Benefício Jovem, destinado aos jovens de 16 a 17 anos que estejam matriculados na escola.

Eles recebem uma bolsa no valor de R$ 48 mensais, com o objetivo de incentivar a permanência na escola e a conclusão dos estudos.

O Bolsa Família também possui mecanismos de acompanhamento e fiscalização para garantir a correta aplicação dos recursos e a veracidade das informações prestadas pelas famílias.

Por meio do Sistema de Acompanhamento da Frequência Escolar, por exemplo, é possível monitorar a frequência escolar dos beneficiários para garantir que as crianças e adolescentes estejam frequentando regularmente as aulas.

É importante destacar que o programa Bolsa Família desempenha um papel fundamental na redução da pobreza e no combate à desigualdade social no Brasil.

Por meio da transferência de renda e do acesso a serviços básicos, ele busca promover a inclusão social e melhorar as condições de vida das famílias mais vulneráveis.

Os beneficiários do Bolsa Família devem estar atentos às atualizações e comunicados do programa, bem como cumprir as obrigações e requisitos estabelecidos, a fim de garantir a continuidade dos benefícios e obter o máximo proveito do programa para o bem-estar de suas famílias.