famílias do Auxílio Brasil

Empréstimo Consignado do Auxílio Brasil – Como saber se foi APROVADO

Mais de 700 mil famílias atendidas mensalmente pelo Programa Auxílio Brasil solicitaram o empréstimo , que começou a ser assinado no início da semana passada, mas os beneficiários ainda têm dúvidas sobre a aprovação e como saber se o pedido foi aprovado.

Nesses casos, a resposta está na regulação, pois ela determina como os bancos e financeiras que autorizam a utilização do crédito devem notificar o beneficiário do esquema de transferência de renda quando da celebração do contrato, como notificá-lo e por quanto tempo a notificação será se o pedido foi aprovado ou cancelado.

Pelas regras, as empresas também são obrigadas a comunicar uma previsão do valor que será depositado na conta do beneficiário, porém, o regulamento estabelece que após a aprovação, a empresa terá até dois dias úteis para depositar o depósito na conta do beneficiário. O beneficiário recebe a conta do Auxílio Brasil, portanto, esse prazo precisa ser cumprido, mas só entrará em vigor após a aprovação da mercadoria.

Portanto, após a solicitação, o banco ou financeira deve notificar o cliente por meio de notificação ou mensagem no aplicativo Caixa Tem ou Meu Tudo como Banco Pan para aprovar ou negar o pedido de empréstimo. pode ligar para a empresa e pedir mais informações.

Situação do empréstimo do Auxílio Brasil no Caixa Tem

Além disso, a Caixa informa aos beneficiários do Auxílio Brasil que se a solicitação estiver no status “Processando” por menos de dois dias, eles devem aguardar, porém, se o status não mudar após dois dias, a orientação do banco é a mesma: o beneficiário deve trazer todos os documentos e comprovante de residência de encontrar uma agência ou empresa lotérica.

No entanto, se o empréstimo estiver na situação “Aprovado”, o beneficiário deverá aguardar até dois dias úteis para receber o pagamento, pois este é o prazo estabelecido pelo Ministério da Cidadania, caso em que o crédito aparecerá “CR CONSIG” no extrato Caixa Tem.

Bancos do empréstimo do Auxílio Brasil

Para cooperar com os empréstimos salariais do Auxílio Brasil, o regulamento estabelece que os bancos devem escrever ao Ministério da Cidadania informando sobre sua intenção de conceder crédito, das empresas que cumpriram essa decisão, o governo emitiu 12 para cima, confira a lista:

  • Caixa Econômica Federal (já confirmou);
  • Banco Agibank S/A (não se manifestou);
  • Banco Crefisa S/A (não se manifestou);
  • Banco Daycoval S/A (desistiu);
  • Banco Pan S/A (já confirmou);
  • Banco Safra S/A (desistiu);
  • Capital Consig Sociedade de Crédito Direto S/A (não se manifestou);
  • Facta Financeira S/A Crédito, Financiamento e Investimento (desistiu);
  • Pintos S/A Créditos (não se manifestou);
  • QI Sociedade de Crédito Direto S/A (não se manifestou);
  • Valor Sociedade de Crédito Direto S/A (não se manifestou);
  • Zema Crédito, Financiamento e Investimento S/A (não se manifestou).

O ministro da Cidadania, Ronaldo Bento, disse recentemente que 60 instituições financeiras manifestaram interesse em trabalhar com o empréstimo salarial Auxílio Brasil, no entanto, muitas empresas estão preocupadas que os beneficiários percam o direito aos benefícios e não consigam pagar o crédito. o risco de perda, razão pela qual alguns desistiram ou ainda não confirmaram que vão trabalhar com crédito.

Empréstimo consignado do Auxílio Brasil

De acordo com a Portaria nº 816 do Ministério da Cidadania, os beneficiários poderão solicitar a assistência brasileira encontrando as informações necessárias para firmar contrato com a empresa por meio da declaração de pagamento do benefício ou consulta recebida no momento do saque mensal.

Também especifica um número máximo de parcelas de 24 (vinte e quatro) parcelas mensais e parcelas consecutivas, ou seja, uma cobrança obrigatória é imposta a cada mês até que o empréstimo seja totalmente quitado, não sendo permitido o “pular” parcelas em nenhum momento .

Outro ponto importante é a taxa de juros, que não pode ser superior a 3,5% ao mês, tornando o Auxílio Brasil semelhante ao que cobra dos aposentados e pensionistas do INSS.

%d blogueiros gostam disto: