Consignado do Auxilio Brasil

Empréstimo do Auxilio Brasil – Veja a lista do bancos que estão liberando!

O empréstimo consignado do Auxílio Brasil é do governo federal, mas houve algumas polêmicas no meio do caminho, como pedido ao ministro Nunes Marques para suspender esse empréstimo, descontos nas parcelas do auxílio para beneficiários que não solicitaram o empréstimo e um recente foi no segundo turno Suspensão de crédito pós-eleitoral.

Nesta segunda-feira, dia 14, a folha de pagamento foi reemitida e está suspensa há quase duas semanas. A Caixa disse que a suspensão ocorreu devido a uma falha técnica no processamento da folha de pagamento de benefícios.

A Caixa não é o único banco que oferece esses crédito, outras instituições financeiras também são habilitadas pelo Ministério da Cidadania para oferecer.

Grandes brancos como Banco do Brasil, Bradesco, Itaú e Santander relutam em emprestar, alegando que é uma jogada de crédito arriscada.

Veja abaixo outros bancos que oferecem esse consignado.

Bancos que oferecem o empréstimo

  • Crefisa;
  • Banco Pan;
  • Banco Agibank S/A Banco;
  • Banco Safra;
  • Valor Sociedade de Crédito Direto;
  • Banco Daycoval ;
  • Capital Consig Sociedade de Crédito Direto;
  • Facta Financeira Crédito Financiamento e Investimento;
  • Pintos Créditos;
  • QI Sociedade de Crédito Direto (Meu Tudo);
  • Zema Crédito, Financiamento e Investimento.

Dificuldades com o Consignado

A Caixa teve sérios problemas para descontar as parcelas do empréstimo do Auxílio Brasil.

Sendo este tipo de empréstimo confiado, o seu desembolso é feito através de desconto nos juros do requerente. O problema desta vez é que os beneficiários que não se inscreveram não receberam seus benefícios parcelados.

Para esclarecer esse mal-entendido, a Caixa informou que está se comunicando com os beneficiários por meio do aplicativo Caixa Tem.

O Ministério da Cidadania também informou que os empréstimos firmados de 10 de outubro a 1º de novembro que já foram descontados dos salários começarão a ser cobrados e os descontos indevidos serão devolvidos.

%d blogueiros gostam disto: