motivo dos Bancos recusar o empréstimo

Entenda o motivo dos Bancos recusar o empréstimo consignado do Auxílio Brasil

Desde segunda-feira (10 de outubro), um total de 12 instituições financeiras foram autorizadas pelo Ministério da Cidadania a operar o empréstimo do Auxílio Brasil. No entanto, apenas três bancos oferecem essa possibilidade aos beneficiários, e há relatos de recusa de contratação.

O empréstimo  autorizado pelo governo há poucos dias incluíam os que receberam o Auxílio Brasil e o Benefício de Prestação Continuada (BPC).

O modelo consignado impõe o desconto do parcelamento diretamente da folha de pagamento para que a pessoa não receba todos os seus benefícios.

Os grandes bancos listados que atuam no país optam por não conceder o empréstimo aos beneficiários de programas sociais, como Banco Brasil, Itaú Unibanco, Bradesco, Banco Santander.

Atualmente, da lista de bancos autorizados pelo Ministério da Cidadania, apenas 3 estão oferecendo o empréstimo do Auxílio Brasil:

  • Pincred (Pintos S/A Créditos) – 2,85% de juros ao mês;
  • Meu Tudo/QI – com taxa de 3,39% ao mês;
  • Caixa – 3,45% de juros ao mês.

Beneficiários relatam recusa para contratar o empréstimo

Segundo relatos dos beneficiários do programa, eles tentaram fazer o empréstimo do Auxílio Brasil com o Banco Pan e foram rejeitados pelo banco.

Alguns disseram que fizeram o pré-cadastro em agosto e, depois de esperar mais de um mês, receberam uma mensagem de texto (SMS) do celular que não foram liberado o crédito.

O banco não explicou o motivo exato pelo qual o pedido de empréstimo foi rejeitado. Uma notificação de mensagem que dizia que a proposta foi cancelada devido a uma “política de crédito”. Os beneficiários acumularam dívidas e estão à espera de empréstimos para ajudar durante este período difícil.

O Banco Pan informou que aqueles cujos pedidos foram negados foram “devidamente comunicados s”. O banco faz sua própria avaliação de crédito antes de aceitar uma recomendação.

%d blogueiros gostam disto: