Pular para o conteúdo

Famílias do Bolsa Família terão direito a complemento de R$142 em agosto

  • por
Bolsa Família

O Bolsa Família, um dos principais programas de assistência financeira do país, apresentará uma mudança relevante em agosto.

As famílias agora têm direito a um acréscimo de R$142 por pessoa do grupo familiar. Com essa alteração, famílias extensas receberão um montante maior do que os R$600 anteriores.

Caso uma família não atinja o valor total de R$600 com a soma dos benefícios individuais (R$142 por pessoa), o governo fornecerá um complemento para garantir que recebam o valor integral mensalmente.

Por outro lado, famílias numerosas, por exemplo, com 10 pessoas, poderão receber até R$1.420 através do programa Bolsa Família.

Como se inscrever no Bolsa Família?

A participação no programa Bolsa Família é condicionada à inscrição e atualização no Cadastro Único (CadÚnico), um sistema que reúne informações sobre famílias em situação de vulnerabilidade social.

Para ingressar no programa, é imprescindível comparecer ao Centro de Referência em Assistência Social (Cras) localizado no município de residência da família, onde o processo terá início.

Após a inscrição no CadÚnico, a família será avaliada pelo Ministério do Desenvolvimento Social e Combate à Fome (MDS). Se a família for selecionada para o Bolsa Família, ela receberá o benefício mensalmente.

Nesse momento, o representante familiar deve providenciar a coleta dos seguintes documentos de todos os membros do grupo familiar:

  • Certidão de Nascimento;
  • Carteira de Trabalho;
  • Certidão de Casamento;
  • CPF;
  • RG;
  • Título de Eleitor.

Embora seja compreensível que a exigência de documentos e a ida ao Cras possam representar certos desafios logísticos para algumas famílias, é essencial enxergar a importância desses procedimentos como uma forma de garantir a equidade na distribuição dos recursos públicos e evitar desperdícios e desvios indevidos.

Além disso, o engajamento das famílias no processo de cadastramento permite que elas se tornem protagonistas de suas próprias trajetórias de superação da vulnerabilidade, ao compreenderem melhor seus direitos e possibilidades de acesso aos programas sociais.

Portanto, ao adotar critérios rigorosos para a participação no Bolsa Família, o governo visa não apenas oferecer um suporte financeiro temporário, mas também proporcionar condições para que as famílias desenvolvam uma independência sustentável ao longo do tempo.

Dessa forma, o programa se consolida como uma ferramenta efetiva de inclusão social, contribuindo para a construção de uma sociedade mais justa e igualitária.

Essa documentação é essencial para garantir que o benefício seja concedido de forma justa e para que o programa alcance as famílias que realmente necessitam do auxílio financeiro.

Ao exigir a atualização do CadÚnico e a apresentação dos documentos, o programa Bolsa Família busca assegurar a transparência e a correta destinação dos recursos públicos, evitando fraudes e garantindo que as famílias mais carentes sejam atendidas.

Além disso, esse processo de cadastramento e documentação permite ao governo traçar um panorama mais preciso das necessidades sociais do país, o que possibilita a adoção de políticas públicas mais efetivas no combate à pobreza e na promoção da inclusão social.

Portanto, a exigência desses procedimentos é de extrema importância para o adequado funcionamento e o impacto positivo do programa Bolsa Família, contribuindo para a redução das desigualdades e o bem-estar das famílias em situação de vulnerabilidade socioeconômica.

Confira abaixo o calendário com os pagamentos do mês de agosto:

  • NIS terminado em 1 – pago dia 18 de agosto;
  • NIS terminado em 2 – pago dia 21 de agosto (antecipado para sábado, dia 19/08);
  • NIS terminado em 3 – pago dia 22 de agosto;
  • NIS terminado em 4 – pago dia 23 de agosto;
  • NIS terminado em 5 – pago dia 24 de agosto ;
  • NIS terminado em 6 – pago dia 25 de agosto;
  • NIS terminado em 7 – pago dia 28 de agosto (antecipado para sábado, dia 26/08);
  • NIS terminado em 8 – pago dia 29 de agosto;
  • NIS terminado em 9 – pago dia 30 de agosto;
  • NIS terminado em 0 – pago dia 31 de agosto.

O Bolsa Família é um programa importante que ajuda a reduzir a pobreza e a desigualdade no Brasil. O programa já beneficiou mais de 30 milhões de famílias brasileiras e ajudou a melhorar a qualidade de vida de milhões de pessoas.

O Bolsa Família é um programa importante que tem um impacto positivo na vida de milhões de brasileiros. O programa deve ser mantido e ampliado para que possa beneficiar ainda mais pessoas.