×

Famílias numerosas do Bolsa Família: valor diferenciado será concedido a cada uma

Bolsa Família

Famílias numerosas do Bolsa Família: valor diferenciado será concedido a cada uma

O programa social do Governo Federal, Bolsa Família, que tem como objetivo combater a pobreza e a desigualdade, passará por alterações a partir de junho.

O Ministério do Desenvolvimento Social (MDS) anunciou que o valor do benefício será calculado levando em conta o número de pessoas na família.

Segundo informações divulgadas pelo MDS, o valor final do repasse será de R$ 142 por pessoa. No entanto, é importante destacar que famílias com até quatro membros não receberão menos de R$ 600.

Essa medida tem o intuito de assegurar que famílias menores não sejam financeiramente prejudicadas com a nova metodologia de cálculo.

Valor do repasse do Bolsa Família em junho de acordo com a composição familiar

O valor do repasse do Bolsa Família em junho varia de acordo com o número de pessoas na família.

No entanto, é importante observar que alguns beneficiários estão sofrendo um desconto de R$ 160 devido à contratação do Empréstimo Consignado do Auxílio Brasil. Confira como ficará o valor do repasse da parcela regular do Bolsa Família em junho:

Famílias sem desconto:

  • Famílias com uma pessoa (unipessoal): R$ 600;
  • Famílias com duas pessoas: R$ 600;
  • Famílias com três pessoas: R$ 600;
  • Famílias com quatro pessoas: R$ 600;
  • Famílias com cinco pessoas: R$ 710;
  • Famílias com seis pessoas: R$ 852;
  • Famílias com sete pessoas: R$ 994;
  • Famílias com oito pessoas: R$ 1.136;
  • Famílias com nove pessoas: R$ 1.278;
  • Famílias com dez pessoas: R$ 1.420.

Famílias com desconto:

  • Famílias com uma pessoa (unipessoal): R$ 440;
  • Famílias com duas pessoas: R$ 440;
  • Famílias com três pessoas: R$ 440;
  • Famílias com quatro pessoas: R$ 440;
  • Famílias com cinco pessoas: R$ 550;
  • Famílias com seis pessoas: R$ 692;
  • Famílias com sete pessoas: R$ 834;
  • Famílias com oito pessoas: R$ 976;
  • Famílias com nove pessoas: R$ 1.118;
  • Famílias com dez pessoas: R$ 1.260.

Bolsa Família: Última parcela é liberada hoje, 31/05

Benefícios adicionais ampliam apoio financeiro para famílias no Bolsa Família

O programa Bolsa Família, uma das principais iniciativas de combate à pobreza no Brasil, está proporcionando um alívio financeiro adicional para famílias em situação de vulnerabilidade.

Desde março, o Benefício Primeira Infância garante um repasse mensal de R$ 150 para crianças de 0 a 6 anos completos de idade.

Além disso, a partir de junho, o programa introduzirá o Benefício Variável Familiar, destinando R$ 50 a crianças e adolescentes de 7 a 18 anos, além de gestantes em acompanhamento pré-natal.

Esses benefícios adicionais têm um impacto significativo no repasse mensal do Bolsa Família, proporcionando um suporte financeiro mais robusto para as famílias que atendem aos critérios estabelecidos.

Anteriormente, o programa consistia em um valor fixo de auxílio, baseado na composição familiar e na renda per capita.

No entanto, com a implementação dos benefícios adicionais, o valor total do repasse pode aumentar consideravelmente.

Por exemplo, uma família com uma criança de 4 anos e um adolescente de 15 anos, que se enquadrem nos critérios do programa, poderá receber, a partir de junho, um total de R$ 200 mensais do Bolsa Família.

Isso se dá pela soma do Benefício Primeira Infância de R$ 150 para a criança mais nova, mais o Benefício Variável Familiar de R$ 50 para o adolescente.

É importante ressaltar que esses benefícios adicionais são cumulativos e ilimitados, ou seja, todos os membros da família que atendam às faixas etárias e às condições de elegibilidade têm direito a recebê-los.

Isso significa que em famílias com mais de uma criança ou adolescente elegível, o repasse pode aumentar proporcionalmente, oferecendo um suporte financeiro mais abrangente.

É fundamental que as famílias beneficiárias estejam cientes dessas mudanças e verifiquem se atendem aos critérios para receber os benefícios adicionais. Informações detalhadas sobre o Bolsa Família podem ser obtidas por meio dos canais de comunicação do programa, como o site oficial e os Centros de Referência de Assistência Social (CRAS) nos municípios.