FGTS 2021

FGTS 2021: Caixa libera crédito a partir de R$ 2.000 – Veja aqui se você tem direito

A Caixa Econômica Federal (CEF) lançou uma nova linha de crédito, que é garantida pelo Fundo de Garantia de Tempo (FGTS). É adequado para pessoas que desejam alterar o método de saque para uma data de aniversário, bem como pessoas que estão em atraso ou têm votos negativos.

Os trabalhadores poderão prever as retiradas de aniversários parceladas por até três anos. O valor mínimo disponível para a CEF é de R $ 2.000, obtido pela soma de três datas previsíveis de desligamento, e o valor mínimo para cada operação é de R $ 300 para cada período previsto.

Quem pode pedir?

Algumas condições são necessárias para acessar saques de aniversário:

Ter 18 anos ou mais ou ser emancipado pelos pais; estar com o CPF em situação normal na Receita Federal; ter poupança ou conta corrente na Caixa.

O banco informa que a taxa de juros para esse serviço é a mais baixa do mercado e é de 0,99% ao mês. Lembrando que o prazo do empréstimo do último ano não pode ultrapassar o limite de 999 dias a partir da celebração do contrato.

Como contratar?

O primeiro passo do funcionário é se ater ao saque de aniversário. Utilizando canais de atendimento bancário, como banco on-line, aplicativo Caixa ou aplicativo FGTS. Após ingressar no dia de pagamento de aniversário, basta fazer um empréstimo por meio da plataforma do FGTS e seguir os seguintes passos:

Selecione os períodos e valores que deseja esperar – agora o sistema fará uma simulação; em seguida, insira sua assinatura digital; então, o aplicativo mostrará a prova do contrato de empréstimo usando a retirada do contrato de aniversário.

FGTS

O FGTS (Fundo de Garantia do Tempo de Serviço) visa proteger os trabalhadores desligados sem justificativa por meio da abertura de contas relativas a contratos de trabalho.

No início de cada mês, o empregador deposita fundos em conta aberta pela Caixa em nome do colaborador, o montante equivalente a 8% do vencimento de cada colaborador.

Quem tem direito?

São elegíveis ao FGTS quem trabalha com carteira de trabalho assinada (regido pela Consolidação das Leis do Trabalho – CLT), bem como atletas domésticos, rurais, temporários, intermitentes, avulsos, sapreiros (trabalhadores rurais somente colheita) e profissionais. Os empregadores podem decidir incluir conselheiros não empregados no sistema FGTS a seu critério.

Veja Mais: Aposentadoria do INSS deve sofrer reajuste de 5,05%; Entenda!

%d blogueiros gostam disto: