FIES deve ter pagamento suspenso até o fim do ano; Senado aprova projeto

FIES vai ter anistia de até 92% para estudantes de baixa renda

Estudantes de baixa renda e devedores do Fundo de Financiamento do Estudante (FIES) podem receber anistia de até 92% do governo federal. Uma das regras de participação é a participação ativa no Cadastro Único (CadÚnico) ou ser beneficiário do Auxílio Brasil.

O objetivo é oferecer descontos a alunos vulneráveis ​​que têm dificuldade em pagar as parcelas do programa. A aprovação da ação, que veio do ministro Paulo Guedes, está sendo analisada por técnicos do Ministério da Economia e Educação.

Impacto fiscal

Segundo fontes da área econômica, a medida não terá impacto nas finanças porque, como explicaram fontes do governo, o crédito concedido a título de desconto provém de dívidas consideradas incobráveis.

Para que tenham efeito, os tópicos que vêm sendo discutidos nos mais altos escalões do governo há vários meses devem ser abordados por meio de medidas provisórias. O objetivo é proporcionar um desconto de até 92% para alunos que assinaram contrato até 2017. A expectativa é beneficiar 900 mil convênios.

De acordo com especialistas em economia, o alívio da dívida pode impedir aqueles que pagam regularmente parcelas de empréstimos estudantis. O presidente Jair Bolsonaro (PL) abordou o tema das renegociações do FIES em sua recente transmissão ao vivo.

Outra pessoa que falou sobre isso foi o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (Luiz Inácio Lula da Silva) durante reunião com sindicalistas. Em seu depoimento, os possíveis candidatos à presidência, além de propor uma nova política de reajuste do salário mínimo, também concordaram em perdoar a dívida do FIES.

%d blogueiros gostam disto: