Fila de espera do Auxílio Brasil

Fila de espera do Auxílio Brasil tende a crescer nos próximos meses – Entenda porque!

O governo federal anunciou que conseguiu zerar a fila para entrar no Auxílio Brasil, com mais de 3 milhões de pessoas entrando no programa, elevando o número de usuários brasileiros para 17,5 milhões.

Poucas pessoas sabem que simplesmente inserir esses usuários não foi suficiente para realmente encerrar a fila. Acontece que é compreensível que muito mais pessoas elegíveis ainda não tenham conseguido entrar nessa folha de pagamento de janeiro deste ano.

Dois pontos ajudam a esclarecer essa situação. Primeiro, as transferências de benefícios deste mês não levam em consideração as novas atualizações do Cadunico. Este é um padrão importante. Dependendo da cidade, pode demorar um pouco para atualizar este sistema. Muitas pessoas ainda não conseguiram coletar seus dados nesta lista.

Mas esse não é o único motivo, vale lembrar que recentemente Governo Federal mudou o sistema de teto de renda do Brasil. Para ser considerado um cidadão extremamente pobre, é preciso ter uma renda per capita de R$ 105. Antes, segundo o Planalto, o limite era de 89 reais.

Um cidadão está na pobreza quando sua renda per capita chega a 210 reais. Até recentemente, o limite para esse grupo chegava a 178 reais. Na verdade, essas mudanças acabaram tendo um forte impacto. Dentro do Auxílio Brasil, principalmente na lista de espera.

O que muda na fila de espera

Mas isso realmente mudou a lista de pessoas esperando para ingressar no Auxílio Brasil. De acordo com o Ministério da Cidadania, uma vez elevado o limite de renda per capita, o número de pessoas elegíveis também aumentará.

Como regra, sabe-se que há mais pessoas com renda per capita de até R$ 105 do que pessoas com o mesmo limite de até R$ 89. Então, a partir do momento que você muda essa lista de espera, mais pessoas começam a chegar.

Não está claro quantas pessoas estão nessa lista. Nenhuma cifra oficial fala disso, nem mesmo do Ministério da Cidadania. Então a verdade é que você não pode realmente saber quão grande será o problema.

Auxílio Brasil vai inserir mais gente?

sim. Segundo o próprio Ministério da Cidadania, o Auxílio Brasil terá mais pessoas. Mas a verdade é que é impossível saber quantos serão. Neste ponto, a informação ainda é vaga.

Como todos sabemos, haverá novas vagas, independentemente do número de usuários. A cada mês, novos usuários devem receber o direito de ingressar no Auxílio Brasil.

Isso tudo significa que mesmo que você ainda não esteja na folha de pagamento do Auxílio Brasil, ainda terá a oportunidade de ingressar no programa nos próximos meses. Não garantido, mas possível.

%d blogueiros gostam disto: