×

Governo anuncia cronograma do Bolsa Família para setembro; confira!

Bolsa Família

Governo anuncia cronograma do Bolsa Família para setembro; confira!

O Bolsa Família desempenha um papel crucial como um dos principais programas sociais do Governo Federal, fornecendo suporte financeiro mensal a milhões de famílias. Seu objetivo é atenuar os impactos da desigualdade social no Brasil.

Enquanto os pagamentos referentes a agosto estão ainda em curso, o governo já liberou o cronograma dos repasses para o mês subsequente, setembro. Veja mais detalhes abaixo.

Quais são os componentes do Bolsa Família?

O valor pago pelo Bolsa Família varia conforme a configuração familiar do beneficiário. Por exemplo, o Benefício de Renda de Cidadania (BRC) destina R$ 142 por integrante da família.

Se a família for pequena e o montante não alcançar o mínimo de R$ 600, o Benefício Complementar (BCO) é acrescido para atingir essa cifra.

Ademais, existe o Benefício Primeira Infância (BPI), que disponibiliza R$ 150 para famílias com crianças de 0 a menores de 7 anos.

Além disso, o Benefício Variável Familiar (BVF) acresce R$ 50 se a família tiver gestantes, lactantes (mulheres em período de amamentação) e crianças/adolescentes de 7 a menores de 18 anos.

Em relação a setembro, estava previsto o pagamento do Benefício Variável Familiar Nutriz (BVN).

Ele corresponde a um acréscimo de R$ 50 destinado a membros familiares com até sete meses de idade (nutrizes). Entretanto, esse repasse terá início somente em outubro.

Calendário de pagamento do Bolsa Família em setembro

Abaixo, apresentamos o calendário de pagamento do Bolsa Família para o mês de setembro.

As datas são determinadas de acordo com o último dígito do Número de Identificação Social (NIS).

  • NIS final 1: 18 de setembro;
  • NIS final 2: 19 de setembro;
  • NIS final 3: 20 de setembro;
  • NIS final 4: 21 de setembro;
  • NIS final 5: 22 de setembro;
  • NIS final 6: 25 de setembro;
  • NIS final 7: 26 de setembro;
  • NIS final 8: 27 de setembro;
  • NIS final 9: 28 de setembro;
  • NIS final 0: 29 de setembro.

Atualizações Importantes sobre Pagamentos do Bolsa Família em Setembro de 2023

O Bolsa Família é um programa social que foi implementado pelo governo federal do Brasil com o intuito de combater a pobreza e a desigualdade no país.

Ele foi criado em 2003 e reúne diversos benefícios financeiros direcionados a famílias em situação de vulnerabilidade socioeconômica.

O programa é reconhecido internacionalmente como uma importante iniciativa de transferência de renda condicionada.

O objetivo principal do Bolsa Família é promover o alívio imediato da pobreza, proporcionando recursos financeiros para as famílias que mais necessitam.

Além disso, o programa visa incentivar ações que contribuam para a melhoria da qualidade de vida dessas famílias, como a frequência escolar das crianças e o acompanhamento da saúde, por meio de programas como o Programa Saúde da Família (PSF) e o Programa Bolsa Alimentação.

O programa é destinado especialmente a famílias em situação de extrema pobreza, que vivem com renda per capita mensal de até R$ 89,00, e famílias em situação de pobreza, com renda per capita mensal entre R$ 89,01 e R$ 178,00.

Os benefícios variam conforme a composição familiar e a presença de crianças, adolescentes, gestantes e nutrizes (mulheres em fase de amamentação).

Além do impacto direto na vida das famílias beneficiárias, o Bolsa Família também contribui para a economia local e regional, já que os recursos financeiros recebidos são muitas vezes utilizados para a compra de alimentos, produtos básicos e serviços, estimulando o comércio e a atividade econômica nas comunidades.

O programa também promove a inclusão social ao exigir que as famílias cumpram condicionalidades, como a frequência escolar de crianças e adolescentes e a realização de exames de saúde.

Isso visa garantir que as futuras gerações tenham acesso à educação e cuidados de saúde, contribuindo para a quebra do ciclo de pobreza.

O Bolsa Família não apenas ajuda a mitigar a desigualdade, mas também desempenha um papel fundamental na promoção da cidadania e no fortalecimento das capacidades das famílias para melhorar sua situação econômica e social a longo prazo.