Governo pretende elevar Auxílio Brasil para R$ 600 e dobrar valor do vale gás

Auxilio Brasil de 600

O governo do presidente Jair Bolsonaro (PL) vai propor a elevação do valor do Auxílio Brasil dos atuais 400 reais para 600 reais.

Além disso, tentará dobrar o valor do vale-gás, que atualmente paga R$ 53 para seus beneficiários a cada dois meses.

O acréscimo do Auxílio Brasil e do vale-gás pode ser acrescentado na proposta de emenda à Constitucional (PEC) 16, que prevê R$ 29,6 bilhões de indenização aos estados que zeraram o Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Prestação de Serviços (ICMS) Sobre o combustível.

A medida mitigaria o impacto dos altos preços dos combustíveis no poder de compra dos brasileiros.

O Ministério da Economia estima que a adição do Auxílio Brasil custará ao Ministério da Fazenda 22 bilhões de reais.

Esses recursos serão pagos por meio de dividendos especiais recebidos pela Federação de empresas estatais como o Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social. Ao todo, o ministério espera que os sindicatos recebam mais de 20 bilhões de reais em dividendos especiais, levando em conta todas as empresas estatais.

O governo rejeita as críticas de que as medidas, que só vão durar até 31 de dezembro, sejam eleitorais. Segundo o governo, ao debater no Congresso a extensão dos benefícios em meio à crise da fome no Brasil, a oposição teria pouco espaço para votar contra essas medidas.

Além disso, segundo o ministro da Economia, Paulo Guedes, o governo vai lançar um auxílio de R$ 1.000 ao caminhoneiro chamado “Pix Caminhoneiro” para cobrir a alta do preço do diesel. Segundo contas do governo, esse valor poderia ajudar a reduzir o custo médio dos caminhoneiros em 20% ao mês.

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: