Governo revela quem vai receber R$ 150 extra no Bolsa Família

R$ 150 extra no Bolsa Família

Foi confirmado o acréscimo de R$ 150 para famílias beneficiárias do Bolsa Família, com filhos de até 6 anos, mas a data de início desse pagamento ainda está sendo definida e quem pode recebê-lo.

Como o programa Auxílio Brasil passa por uma reformulação em sua estrutura, os requisitos para receber esse aumento ainda estão sendo ajustados.

Uma questão em aberto é se as crianças precisam ter a idade completa para receber o valor extra do benefício, e a tendência é que, ao completarem seis anos, as famílias não sejam mais elegíveis para os benefícios.

“Pente fino” no Bolsa família e combate a irregularidades

Foi informado que a partir de fevereiro de 2023, um grupo mães solteiras será convocadas para explicar e provar seu direito de continuar recebendo assistência. O grupo está sob investigação por violações no cadastro.

O Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística, ou IBGE, deve trabalhar com outros departamentos governamentais, como Saúde, Educação e Ministério do Desenvolvimento, ao realizar um exame minucioso.

Wellington Dias, atual ministro do Desenvolvimento Social, disse que os dados levantados por um relatório do Tribunal de Contas da União (TCU) que mostra o crescimento desses domicílios solteiros serão comparados com o censo do IBGE.

“Nós temos um cadastro muito grande, com cerca de 90 milhões de pessoas. Tem coisas estranhas, cresceu muito o número de famílias unipessoais, aquelas formadas por uma só pessoa”, disse o ministro.

O cronograma de pagamento do auxílio brasil para 2023 foi divulgado em dezembro passado pelo Ministério da Cidadania. Mesmo com várias mudanças no programa social, que voltará a se chamar Bolsa Família no governo Lula, as datas de pagamento devem seguir o mesmo cronograma.

Nesse sentido, os beneficiários terão sempre um valor mensal nos últimos 10 dias úteis de cada mês.

O brasileiro precisa usar o NIS (Número de Identificação Social) final para saber a data em que o saque pode ser feito.

Calendário de janeiro do Bolsa Família

Durante o primeiro mês do ano, as famílias beneficiadas pelo Bolsa Família devem seguir o seguinte calendário:

  • NIS final 1: 18/01;
  • NIS final 2: 19/01;
  • NIS final 3: 20/01;
  • NIS final 4: 23/01;
  • NIS final 5: 24/01;
  • NIS final 6: 25/01;
  • NIS final 7: 26/01;
  • NIS final 8: 27/01;
  • NIS final 9: 30/01;
  • NIS final 0: 31/01.

Esses valores permanecem na conta por 120 dias após a data do depósito. Esse valor pode ser utilizado para saques ou transações pelo app Caixa Tem (disponível para Android e iOS).

Segundo informações do Ministério da Cidadania, o Vale-Gás também deve ser liberado no mesmo cronograma do Bolsa Família do ano passado.

Vale lembrar que o auxílio para compra de GLP é pago bimestralmente e não há previsão de pagamento para janeiro.

Valor do Bolsa Família 

O Bolsa Família vai ser R$ 600 em 2023, uma das primeiras ações do novo presidente após a posse no último domingo. O valor integral foi uma das propostas de campanha do PT e viabilizado pela PEC transitória, proposta de emenda constitucional, aprovada pela Assembleia Nacional em dezembro passado.

Informações sobre os benefícios também podem ser obtidas ligando para a Secretaria da Cidadania e Caixa Econômica Federal nos números 121 e 111, respectivamente.

%d blogueiros gostam disto: