Pular para o conteúdo

INSS avança na concessão de auxílio sem perícia e implementa telemedicina em 2024

  • por
INSS

INSS avança na concessão de auxílio sem perícia e implementa telemedicina em 2024. Atualmente, quatro em cada dez solicitações de auxílio por incapacidade temporária, conhecido como auxílio-doença, feitas ao Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) através do sistema digital Atestmed, são aprovadas sem a necessidade de perícia médica presencial.

INSS avança na concessão de auxílio sem perícia e implementa telemedicina em 2024

INSS

Em 2023, cerca de 1,386 milhão de pedidos de auxílio-doença foram feitos remotamente, seja pelo site ou pelo aplicativo Meu INSS, resultando na concessão de 627,6 mil benefícios, o que equivale a 45%.

Os demais requerimentos foram encaminhados para agendamento de perícia presencial ou submetidos ao sistema de pós-perícia, que avalia a elegibilidade do solicitante como segurado do INSS, representando 25% do total de pedidos.

O presidente do INSS, Alessandro Stefanutto, em entrevista, destacou a eficácia do sistema Atestmed, indicando que isso pode acelerar a implementação da teleperícia tão aguardada ainda este ano. Um projeto-piloto já está em andamento, com os resultados esperados para serem divulgados em março.

É importante ressaltar que a concessão do auxílio-doença à distância foi inicialmente temporária em março de 2020, devido ao fechamento das agências do INSS durante a pandemia de Covid-19.

No entanto, o método retornou em 2022, com base em uma lei aprovada durante o governo de Jair Bolsonaro (PL). Em 2023, o sistema foi aprimorado com a introdução do Atestmed.

Como funciona o Atestmed?

O Atestmed é uma plataforma digital do INSS, onde o segurado que precisa do auxílio-doença pode enviar seu atestado médico para solicitar o benefício. A solicitação é feita completamente online, através do site ou aplicativo Meu INSS (disponível para Android e iOS).

Para usar o Atestmed, o segurado deve acessar o Meu INSS com seu CPF e senha, selecionar a opção “Pedir benefício por incapacidade” e seguir as instruções para enviar o atestado para avaliação.

Entre para o nosso grupo no facebook! MEU INSS