×

INSS revela incrível novidade; saiba mais!

INSS

INSS revela incrível novidade; saiba mais!

Uma notícia bastante positiva para os segurados do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS)! Trata-se da implementação de salas sensoriais em suas unidades, destinadas ao atendimento de pessoas com Transtorno do Espectro Autista.

A iniciativa está programada para ser iniciada no primeiro semestre de 2024, abrangendo diversas localidades do país, e conta com o apoio do Ministério de Direitos Humanos e Cidadania. Descubra mais detalhes sobre esses espaços a seguir.

INSS

INSS Implementará Salas Sensoriais para Atendimento de Pessoas com Transtorno do Espectro Autista

O projeto visa instalar pelo menos 15 salas sensoriais em unidades do INSS nas regiões com maior incidência de Benefício de Prestação Continuada (BPC) para pessoas com deficiência. Além disso, serão distribuídos mais de 804 kits itinerantes para o serviço social do órgão.

Esses kits incluem brinquedos, livros, tapetes emborrachados, túneis de lycra e abafadores de som para os ouvidos. A expectativa é que esses espaços estejam operacionais já no início do próximo ano.

As salas sensoriais serão equipadas com recursos para assegurar um atendimento mais humano e efetivo às pessoas com Transtorno do Espectro Autista.

De acordo com Manuella Andrade, gerente de projetos do INSS, cuja apresentação do projeto ocorreu em uma comissão no Senado, o objetivo primordial do ambiente é proporcionar calma e conforto aos indivíduos durante o atendimento.

Alessandro Stefanutto, presidente da autarquia, ressaltou a importância desse passo para a humanização do atendimento no INSS.

Além disso, Manuella Andrade complementou que uma das metas do projeto é elaborar um relatório sobre a viabilidade de expansão da iniciativa para outros órgãos federais.

Das 15 localidades contempladas, destacam-se as seguintes cidades:

  • Juazeiro (BA)
  • Fortaleza (CE)
  • Timbaúba (PE)
  • Santo Antônio de Jesus (BA)
  • Barbalha (CE)
  • São Bernardo do Campo (SP)
  • Guarulhos (SP)
  • Vila Velha (ES)
  • Montes Claros (MG)
  • Ponta Grossa (PR)
  • Joinville (SC)
  • Rio Branco (AC)
  • Parauapebas (PA)

Medida do governo acelera o bloqueio de celulares roubados

A iniciativa do INSS em implementar salas sensoriais para o atendimento de pessoas com Transtorno do Espectro Autista (TEA) representa um avanço significativo na busca por uma inclusão mais efetiva e humanizada.

Essas salas são especialmente projetadas para oferecer um ambiente acolhedor, tranquilo e adaptado às necessidades específicas das pessoas com TEA, contribuindo para uma experiência mais positiva durante o atendimento previdenciário.

O projeto abrange a instalação de pelo menos 15 salas sensoriais em unidades do INSS localizadas em regiões com maior demanda de Benefício de Prestação Continuada (BPC) para pessoas com deficiência.

Além disso, a distribuição de kits itinerantes, contendo elementos como brinquedos, livros, tapetes emborrachados, túneis de lycra e abafadores de som, ampliará a abrangência desse suporte adaptado.

Essas medidas refletem um compromisso crescente em criar ambientes mais inclusivos e acessíveis, reconhecendo a diversidade de necessidades das pessoas com deficiência, em particular aquelas com TEA.

Ao fornecer recursos específicos, como brinquedos sensoriais e ambientes adaptados, o INSS demonstra sensibilidade às particularidades desse grupo, promovendo um atendimento mais personalizado e respeitoso.

A importância desse passo para a humanização do atendimento no INSS é destacada pelo presidente da autarquia, Alessandro Stefanutto, evidenciando um compromisso em tornar os serviços previdenciários mais acessíveis a todos os cidadãos.

Além disso, a intenção de elaborar um relatório sobre a viabilidade de expandir essa iniciativa para outros órgãos federais ressalta a intenção de disseminar boas práticas de inclusão.

Ao contemplar diversas localidades, desde Juazeiro (BA) até Parauapebas (PA), o projeto abrange diferentes regiões do país, assegurando que a oferta dessas salas sensoriais seja ampla e beneficie um número significativo de segurados.

Essa abordagem descentralizada contribui para uma maior equidade no acesso a serviços adaptados, alinhando-se com os princípios de inclusão e respeito à diversidade.

Acesse: Meu Bolsa Família