VEJA quem será cadastrado no novo Auxílio emergencial 2021

INSS suspende prova de vida de aposentados; saiba até quando

O governo federal anunciou nesta terça-feira (23) que vai estender a suspensão da prova  de vida. Aposentados e pensionistas do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) quem não comprovou sua vida entre março de 2020 e abril de 2021 não terá benefícios bloqueados. Segundo Leonardo Rolim, presidente do INSS, a prova de vida volta a ser obrigatória a partir de maio deste ano.

Até o momento, a portaria publicada em 20 de janeiro estendeu o benefício para incluir o não bloqueio de abono para as competências de janeiro e fevereiro. Portanto, seria válido para pagamentos até o final do próximo mês.

Com a nova prorrogação, a quebra do bloqueio continua nas competências de março e abril. Isso significa que eles serão válidos para pagamentos feitos até o final de maio.

“5,3 milhões não fizeram a prova de vida no ano passado, não teve nenhum problema. A partir de maio, volta a ser obrigatório. Até lá, quem não fez pode fazer pelo meio digital sem sair de casa”, disse o presidente do INSS.

A prorrogação é válida para beneficiários residentes no Brasil e no exterior. As obrigações contratuais estabelecidas entre o INSS e a rede de benefícios bancários continuam e os bancos devem confirmar a vigência da forma usual.

Para os segurados do INSS que obtêm benefícios por meio de cartão magnético, caderneta de poupança ou conta-corrente, deverá ser apresentado prova de vida.

Os segurados precisam provar que estão vivos uma vez por ano; o objetivo da prova de vida é evitar fraudes e pagamentos indevidos.

Em março de 2020, devido à nova pandemia de coronavírus e medidas de isolamento social, a prova de vida não é mais necessária. Desde então, a falta de obrigação foi ampliada. O Brasil vive atualmente sua segunda onda da pandemia.

Veja mais: VEJA quem será cadastrado no novo Auxílio emergencial 2021

%d blogueiros gostam disto: