INSS: Veja o que está mudando para a aposentadoria por invalidez em 2023

O Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) oferece vários tipos de aposentadoria. Muitas vezes, os segurados não conhecem todos os seus direitos e ainda têm muitas dúvidas sobre determinados procedimentos. Por isso, nesta publicação iremos informar sobre a aposentadoria por invalidez em 2023.

Para ter direito a essa aposentadoria, os trabalhadores devem atender aos pré-requisitos do modelo. A pessoa deve ter sofrido um acidente ou uma doença grave, caso em que deve estar permanentemente incapacitada para o trabalho. Outros critérios para retornos garantidos são:

  • Apresentar carência mínima de 12 meses de contribuição;
  • Contribuir com o INSS no momento em que se tornou incapaz;
  • Apresentar qualidade de segurado;
  • Estar recebendo o auxílio-doença.

Além disso, muitos segurados acreditam que qualquer doença ou acidente confere o direito de participar dessa forma. No entanto, esse não é o caso e esse processo foi liberado por um motivo específico. As doenças que permitem a aposentadoria por invalidez são:

  • Tuberculose ativa;
  • Hanseníase;
  • Esclerose múltipla;
  • Depressão;
  • Cegueira;
  • Doença de Parkinson.

Solicitação da aposentadoria por invalidez do INSS

O INSS está aprimorando seu sistema e buscando oferecer mais facilidades aos seus beneficiários. Dessa forma, os trabalhadores já podem solicitar a aposentadoria por invalidez. Aqui estão as etapas passo a passo do processo:

  • Acessar o Meu INSS;
  • Login com CPF e senha cadastrados no Gov.br.
  • Ir no menu indicado por três traços no canto esquerdo superior da tela;
  • Clique a opção “Novo Pedido”;
  • Selecionar a opção “Benefício por incapacidade permanente”;
  • Preencher os dados;
  • Anexar os documentos necessários, como laudos, atestados, exames, receituários e outros comprovantes de invalidez;
  • Selecione enviar para finalizar a solicitação.
%d blogueiros gostam disto: