Pular para o conteúdo

Lista Completa: Todos os Pagamentos do Bolsa Família em Julho

Bolsa Família

Os pagamentos do Bolsa Família tiveram início na última terça-feira (18/07) e seguirão após uma breve pausa devido ao final de semana. Neste mês, o valor médio da parcela ficou estabelecido em R$ 684,17.

A conclusão dos repasses está programada para o dia 31, beneficiando aqueles que possuem o NIS (Número de Identificação Social) terminado em 0 (zero).

Ao longo de julho, cerca de 20,9 milhões de famílias serão atendidas por esse programa.

O montante total a ser depositado alcança aproximadamente R$ 14 bilhões. Além disso, neste mês, cerca de 2,2 milhões de famílias foram incluídas na Regra de Proteção do benefício, recebendo apenas 50% da parcela por até dois anos.

Essa medida é aplicada quando a renda mensal da família ultrapassa o valor estipulado pelo programa, que é de R$ 218 por pessoa por mês.

Com o intuito de não serem excluídas imediatamente do Bolsa Família, essas famílias são incluídas na regra de proteção.

Lista de benefícios do Bolsa Família atualizada

  1. Benefício de Renda de Cidadania: Esse pagamento concede R$ 142 para cada integrante da família, independentemente da idade.
  2. Benefício Complementar: Esse benefício é pago somente em situações específicas. Ou seja, é destinado a famílias beneficiárias que necessitam de um complemento na parcela. Quando o Benefício de Renda de Cidadania não alcança o valor mínimo de R$ 600, o governo complementa o restante da parcela, garantindo que a família receba pelo menos o valor mínimo.
  3. Benefício Primeira Infância: Esse benefício é pago no valor de R$ 150 e é destinado às famílias que possuem crianças entre 0 (zero) e 6 anos de idade.
  4. Benefício Variável Familiar: Essa ajuda financeira foi liberada pela primeira vez no mês passado e deposita R$ 50 na conta das famílias que tenham em sua composição gestantes e/ou crianças e jovens com idade entre 7 e 18 anos.

Bolsa Família: Excelente Novidade Confirmada para NIS com finais 5, 6, 7, 8 e 9

O Bolsa Família é um programa social do Governo Federal brasileiro que foi criado em 2003 com o objetivo de combater a pobreza e a desigualdade social no país.

Ele atende famílias em situação de vulnerabilidade econômica, proporcionando a elas auxílio financeiro para suprir suas necessidades básicas.

O programa utiliza o Cadastro Único para Programas Sociais (CADÚnico) como base para identificar as famílias que se enquadram nos critérios de elegibilidade.

Os principais critérios para participação são a renda per capita de até R$ 178 mensais e a presença de crianças e adolescentes de até 17 anos na família.

Os benefícios do Bolsa Família são divididos em diferentes modalidades, cada uma com valores específicos:

  1. Benefício Básico: É destinado às famílias em extrema pobreza, com renda per capita de até R$ 89. O valor é de R$ 89 por mês.
  2. Benefício Variável: É concedido às famílias em situação de pobreza ou extrema pobreza que tenham gestantes, lactantes, crianças e adolescentes até 15 anos. O valor é de R$ 41 por membro atendido, com o limite de 5 benefícios por família, podendo chegar a R$ 205.
  3. Benefício Variável Jovem: É direcionado a famílias em situação de pobreza ou extrema pobreza que tenham adolescentes entre 16 e 17 anos. Cada família pode receber até dois benefícios, totalizando R$ 82.
  4. Benefício para Superação da Extrema Pobreza: Garante que famílias em extrema pobreza recebam, no mínimo, o valor de R$ 178 por mês, caso a soma dos benefícios não atinja esse montante.

O programa também possui o Benefício para Superação da Vulnerabilidade Social (BSVS), que atende famílias que vivem em situação de risco ou extrema vulnerabilidade, com ações específicas para auxiliar na superação dessa condição.

Ao longo dos anos, o Bolsa Família tem sido reconhecido como um dos principais instrumentos de inclusão social no Brasil, impactando positivamente a vida de milhões de famílias.

Além do auxílio financeiro, o programa promove ações de acompanhamento de saúde, educação e assistência social, buscando a melhoria das condições de vida e a promoção do desenvolvimento das famílias beneficiárias.