×

Ministro do Bolsa Família confirma visita do CRAS às casas de inscritos com NIS terminados em 1 a 9 e 0

Bolsa Família

Ministro do Bolsa Família confirma visita do CRAS às casas de inscritos com NIS terminados em 1 a 9 e 0

Ministro do Bolsa Família confirma visita do CRAS às casas de inscritos com NIS terminados em 1 a 9 e 0. O ministro responsável pelo Bolsa Família, Wellington Dias, confirmou a continuidade das visitas realizadas pelo CRAS.

Essa medida visa estabelecer uma revisão cadastral para identificar possíveis casos em que os beneficiários não estejam seguindo as regras do programa. A seguir, apresentamos todos os detalhes dessa importante atualização.

A revisão cadastral consiste na verificação e atualização das informações dos beneficiários do Bolsa Família, sendo realizada presencialmente em qualquer CRAS.

No entanto, o governo Federal , já deixou claro que, em determinadas situações, os funcionários poderão efetuar essas visitas aos beneficiários.

O Ministério do Desenvolvimento Social também esclareceu que as visitas serão direcionadas principalmente aos beneficiários que residem em áreas de difícil acesso para deslocamento até um CRAS.

Além disso, aqueles que estão sob suspeita de praticar fraudes relacionadas ao Bolsa Família também serão alvo dessas visitas.

Portanto, mesmo com a possibilidade das visitas domiciliares, é fundamental que os beneficiários se dirijam a um CRAS para garantir a atualização de suas informações e evitar o risco de perderem os benefícios a que têm direito.

Novo Bolsa Família em 2023

No ano de 2023, o presidente oficializou uma versão atualizada do Bolsa Família, incorporando novos parâmetros e diretrizes ao programa.

Além disso, o governo estabeleceu uma análise minuciosa mensal para assegurar que aqueles que têm direito à assistência continuem a recebê-la e que novos beneficiários sejam incluídos conforme necessário.

Nesse contexto, para se habilitar a receber o auxílio do Bolsa Família referente ao mês de agosto, é imprescindível estar em conformidade com os critérios de elegibilidade e não ser afetado pelo processo de avaliação detalhada do programa.

A seguir, elucidamos quais são as condições essenciais:

  1. Apresentar uma renda per capita mensal familiar de até R$ 218;
  2. Manter o Cadastro Único (CadÚnico) devidamente atualizado;
  3. Cumprir as exigências das condicionalidades adicionais.

Em outras palavras, somente os indivíduos e famílias que atenderem a todas essas condições terão direito ao recebimento do auxílio Bolsa Família no mês de agosto.

Adicionalmente, essas famílias permanecerão em situação regular perante o programa, evitando bloqueios por parte do governo.

Desvendando as Mensagens do Caixa Tem e o Mistério do Vale Gás 2023

Aprovação do Bolsa Família

Para verificar se sua solicitação foi aprovada, os beneficiários têm à disposição diversos meios de consulta fornecidos pelo governo. Estes incluem:

  1. O aplicativo oficial do Bolsa Família;
  2. A Central da Caixa, acessível pelo número 111;
  3. Atendimento ao Cidadão, disponível pelo número 808 726 02 07;
  4. Serviço de WhatsApp da Caixa, acessível pelo número 0800 104 0104;
  5. Utilizando o aplicativo do Caixa Tem.

Quanto ao saque ou movimentação dos fundos, os beneficiários devem optar pelo aplicativo Caixa Tem ou podem continuar utilizando o cartão anterior do programa, agora denominado Auxílio Brasil.

Veja também: Calendário do Bolsa Família em Agosto: NIS que Ainda Aguardam Recebimento

O processo de verificação e acompanhamento dos benefícios do Bolsa Família é fundamental para garantir que as famílias em situação de vulnerabilidade recebam o suporte necessário.

O governo disponibiliza diversos mecanismos de consulta para que os beneficiários possam acompanhar o status de sua solicitação, verificar se foram aprovados e obter informações sobre o valor a ser recebido.

  1. Aplicativo do Bolsa Família: O aplicativo oficial do programa oferece uma forma conveniente de acesso às informações. Os beneficiários podem fazer login usando seus dados pessoais e conferir detalhes sobre seu benefício, incluindo datas de pagamento, valores e atualizações importantes.
  2. Central da Caixa: O atendimento por telefone, por meio do número 111, é uma opção para aqueles que preferem obter informações diretamente de um atendente. Esse serviço é oferecido pela Caixa Econômica Federal, que administra o programa, e pode esclarecer dúvidas e fornecer orientações aos beneficiários.
  3. Atendimento ao Cidadão: O número 808 726 02 07 também é uma alternativa para tirar dúvidas e obter informações sobre o Bolsa Família. Através desse canal, os beneficiários podem receber orientações específicas e esclarecer questões relacionadas ao programa.
  4. WhatsApp da Caixa: Com a crescente utilização do WhatsApp, a Caixa disponibiliza um canal de atendimento pelo número 0800 104 0104. Esse meio de comunicação é uma forma ágil de obter informações sobre o benefício diretamente em seu dispositivo móvel.
  5. Aplicativo do Caixa Tem: Além de consultar informações sobre o Bolsa Família, os beneficiários também podem utilizar o aplicativo Caixa Tem para verificar seus benefícios e acompanhar pagamentos. O Caixa Tem também é utilizado para o recebimento de outros benefícios sociais e permite a realização de transações financeiras.

Em relação ao saque ou movimentação dos valores recebidos, os beneficiários têm a opção de utilizar o aplicativo Caixa Tem, uma plataforma digital que permite fazer compras, pagar contas e transferir dinheiro de maneira prática e segura.

Alternativamente, podem continuar utilizando o cartão antigo do Auxílio Brasil, que foi reformulado e mantém sua funcionalidade para acesso aos benefícios.

Em resumo, a disponibilidade de múltiplos canais de consulta e acesso aos benefícios do Bolsa Família demonstra o compromisso do governo em facilitar o acesso a informações importantes para as famílias beneficiadas, contribuindo assim para um sistema mais transparente e eficiente.