Novo golpe contra segurados do INSS

Novo golpe contra segurados do INSS está fazendo vítimas com propostas de depósitos; veja como EVITAR

Alguns segurados do Instituto Nacional do Seguro Social, ou INSS, estão sendo alvo de um novo golpe. Uma senhora idosa se passando por “Secretária Nacional de Finanças” entrou em contato com os segurados para solicitar-lhes vários documentos.

Muitas vezes, a chamada secretária contata as pessoas que seu órgão está vinculado ao INSS e que ela está “cuidando dos interesses dos aposentados”.

Relatos de usuários que atenderam a ligação perceberam que o golpista não identificou nenhum site, para que o cidadão pudesse fazer algum tipo de comprovação do que disse.

O golpe acontece quando ela diz que os segurados estão incorporando um empréstimo em seu benefício. O secretário afirma que os aposentados serão vítimas de altas taxas de juros.

Então ele propôs usar o “método de responsabilidade excessiva” para dizer que poderia reembolsar todo o dinheiro que cobrava das pessoas. As vítimas preferidas são os idosos.

O Ministério do Trabalho e Previdência nega a existência de qualquer “Secretária Nacional de Finanças”. Essa posição é fictícia, inventada por criminosos para enganar as pessoas.

A pasta também revelou que esta não é a primeira vez que a quadrilha agiu dessa forma. Em outras ocasiões, eles também inventaram outras posições.

No ano passado, por exemplo, o ministério confirmou ter recebido denúncias de tentativas de golpe de gangues que se passavam por membros do governo federal.

Os criminosos entraram em contato com as pessoas e alegaram que precisavam enviar dados para receber as chamadas multas atrasadas do INSS.

O INSS

O INSS se manifestou sobre a tentativa de golpe. A cidade não aprova nenhum contato com qualquer segurado dessa maneira. Além disso, a agência pede que os usuários fiquem atentos a outras formas de fraude.

“A Previdência reforça aos cidadãos que não solicita dados pessoais dos seus segurados por e-mail ou telefone e também não realiza nenhuma forma de cobrança para prestar o atendimento nem realizar seus serviços”, disse o Ministério.

“A principal recomendação da instituição para os segurados é que não utilizem intermediários para entrar em contato com a Previdência e, em hipótese alguma, depositem qualquer quantia para ter direito a algum benefício previdenciário”, completou.

Já fui vítima de um golpe

Segundo o INSS, as pessoas que se tornaram vítimas de golpes precisam denunciar o caso às autoridades competentes. O boletim de ocorrência é importante para a polícia obter mais pistas sobre os criminosos.

Quando a fraude representa um golpe direto para o segurado, a orientação é registrar boletim de ocorrência na polícia civil e registrar boletim de ocorrência na Ouvidoria da Previdência Social. O número é 135.

Para evitar ser enganado, a dica central é não enviar seus dados se não tiver certeza se é um canal oficial do INSS. Além disso, é importante ser cético em relação a vantagens e posições incomuns que exigem um grau de imediatismo dos cidadãos.

%d blogueiros gostam disto: