Novo RG: Atualização do documento é obrigatória?

Novo RG

Muitos brasileiros estão preocupados com a atualização do novo RG. Eles se perguntam se é obrigatório, quanto tempo o documento vai durar e quando vai expirar.

O governo federal afirma que os novos RGs devem substituir suas Cédulas de Identidade. Também é conhecido como CIN, uma abreviatura de Carteira de Identidade Nacional. Em substituição, o número do cartão será utilizado para vinculá-lo ao cadastro do CPF da pessoa.

Novo RG já está sendo emitido em todo o Brasil?

A produção do novo RG ocorrerá gradativamente, em todo o território brasileiro, de forma totalmente gratuita.

Com sua implementação, toda a população brasileira terá apenas um número de identificação válido: o CPF, que será adicionado ao novo RG. Portanto, o número de registro atual emitido no estado em que você nasceu não será mais válido.

Estima-se que os estados do país devem começar a emitir o CINs até 6 de março e Todos os brasileiros devem se registrar para obter um novo documento de identidade.

No entanto, o atual RG ainda é válido por 10 anos. Portanto, somente após esse período, a nova versão é obrigatória.

Como será o novo documento?

O novo RG deve obedecer à norma aplicável em todo o país. Ele estará disponível em formato físico e digital (através do site do governo gov.br).

A validade é de cinco anos para menores de 12 anos e de dez anos para brasileiros de 12 a 59 anos. Para cidadãos acima desta idade, o prazo de validade será indeterminado. Os dados impressos no arquivo incluirão:

  • Nome completo;
  • Data de nascimento;
  • Nome completo do pai e da mãe;
  • Estado de emissão;
  • Secretaria de Segurança Pública responsável pela emissão;
  • Tipo sanguíneo (opcional);
  • Pessoa doadora de órgão (opcional);
  • Nome social (opcional).

Uma das razões para a criação deste novo documento foi o cumprimento da normalização mundial, uma vez que a CIN segue o modelo da ICAO (Organização Internacional da Aviação Civil).

%d blogueiros gostam disto: