Revisão da Vida Toda

O INSS pode suspender sua aposentadoria ou auxílio nas seguintes situações

Ninguém quer que seu benefício seja cancelado ou suspenso, e essa é uma das maiores preocupações dos segurados que recebem determinados benefícios do INSS.

Para manter o seu benefício, é importante conhecer as situações que podem levar ao seu cancelamento ou bloqueio, e no artigo de hoje discutiremos 5 situações em que pode ocorrer suspensão ou bloqueio.

Veja como realizar a prova de vida do INSS que volta a ser obrigatória partir do mês de janeiro

Situações que podem gerar o bloqueio ou suspensão do benefício

É importante estar atento e, no âmbito dos requisitos do Instituto Nacional de Segurança Social para o recebimento de benefícios, verifique abaixo 5 situações que podem levar à suspensão ou bloqueio:

Não realizar a prova de vida: também é um processo obrigatório no INSS para todos os segurados que recebem benefício em conta-corrente, poupança ou cartão magnético.

A prova de vida, também conhecida como atualização de senha , é obrigatória e utilizada para provar que o segurado ainda está vivo e, portanto, tem direito aos seus benefícios.

Não realizar a perícia médica quando necessário:  Os beneficiários por invalidez podem ser solicitados a analisar sua situação quanto ao afastamento do trabalho realizado com base na perícia médica do INSS e isto se expressa no art. 46 do Decreto 3.048/1999.

Esses casos são chamados de refinamento dos benefícios por invalidez e são eficazes para aposentadoria por invalidez e auxílio-doença.

Se a instituição chamar o segurado e ele não participar do exame médico, o pagamento pode ser suspenso até que o exame médico seja concluído.

Negativa a reabilitação profissional do INSS: Trata-se de um serviço prestado pelo Instituto Nacional de Segurança Social, que tem como objetivo permitir às pessoas que se aposentaram por invalidez se readaptarem ao trabalho e à vida para que possam regressar ao trabalho.

A reabilitação profissional será realizada quando o INSS determinar que o segurado que aceitar a aposentadoria por invalidez poderá voltar a trabalhar no futuro, proporcionando ao segurado uma forma de reeducar o cidadão no trabalho.

Quando o segurado é preso: Caso o segurado receba auxílio-doença , conforme Decreto nº 10.410 / 2020, os benefícios serão suspensos imediatamente se forem para a prisão, mas após a libertação, os benefícios podem ser devolvidos ao segurado.

Benefício liberado com erro:  A fim de identificar possíveis violações, a Administração Nacional da Previdência Social desenvolveu um plano permanente para revisar a distribuição de seus benefícios. É muito comum que a indenização seja incorreta ou o valor seja superior aos direitos do segurado.

Em alguns casos, o erro também advém da apresentação do segurado de documentos falsos na tentativa de obter benefícios do instituto, razão pela qual o INSS realiza anualmente uma revisão do benefício em busca de possíveis violações.

%d blogueiros gostam disto: