×

Pagamento de abril Bolsa Família: já é possível visualizar no app; confira

Bolsa Família

Pagamento de abril Bolsa Família: já é possível visualizar no app; confira

Finalmente, os aplicativos do Bolsa Família do Caixa Tem começaram a atualizar hoje, dia 9 de terça-feira,com as novas datas e com os novos valores para este mês de abril.

A atualização estava programada para iniciar a partir do dia 10, no entanto, o sistema passou por modificações, ocasionando o adiantamento.

Neste artigo, vamos discutir a respeito dos valores para este mês e muito mais. Então, se você recebe o benefício do Bolsa Família, fique comigo até o final, pois eu tenho informações valiosas para você.

Atualização dos aplicativos oficiais

O Ministério do Desenvolvimento Social comunicou aos beneficiários do programa Bolsa Família que o sistema do Cadastro Único ficaria indisponível para a consulta nos últimos dias, devido à atualização da folha de pagamentos para este mês.

O motivo da paralisação temporária do sistema está ligado à necessidade de a Caixa Econômica Federal realizar a extração da cópia da base Nacional do cadastro para efetuar os depósitos do benefício do Bolsa Família neste mês.

Milhares de beneficiários estavam aguardando desde a última segunda-feira, dia 8, a atualização dos aplicativos oficiais do governo, que são Caixa Tem, o Bolsa Família e o Portal Cidadão, com os valores e as datas para este mês de abril.

Hoje, dia 9, terça-feira, os aplicativos começaram a atualizar e já recebemos inúmeras mensagens de beneficiários que se encontram liberados e vão receber altos valores neste mês.

Valores e datas para o mês de abril

Vejam só alguns exemplos que eu selecionei:

  • Uma família vai receber agora em abril o valor de R$ 600 do Bolsa Família. Os valores estarão disponíveis para saque de acordo com a numeração final do NIS;
  • Outra família vai receber agora em abril o valor de R$ 700 e, além disso, receberá as parcelas retroativas referentes aos meses de Janeiro, Fevereiro e Março. Ou seja, estará liberada para saque todas as parcelas que antes se encontravam bloqueadas;
  • Por outro lado, algumas famílias estão recebendo metade do valor que estava sendo fornecido anteriormente, como é o caso desta família que vai receber agora em abril o valor de R$ 480 do Bolsa Família. O representante alegou que anteriormente recebia o valor de R$ 60, no entanto, agora em abril o benefício passou por esta redução repentina.

Este caso não é o único registrado até o momento. Recebemos diariamente mensagens de beneficiários alegando que o benefício foi reduzido e questionando o motivo pelo qual isso está acontecendo.

Mas afinal, por que o valor do Bolsa Família de alguns beneficiários está passando por esta redução?

Regra de proteção

Alguns beneficiários entraram na regra de proteção. Mas o que isso significa?

Caso a renda familiar aumente a tal ponto que não seja mais compatível com as diretrizes do programa, a família ainda será elegível para receber 50% do valor total do benefício, desde que a renda per capita não exceda meio salário mínimo.

Portanto, caso a sua renda ultrapasse o limite de R$ 218 per capita, mas se enquadre dentro de meio salário mínimo, você entrará na regra de proteção do programa Bolsa Família e receberá apenas a metade do valor que você recebia anteriormente.

Conclui-se, então, que esta diminuição não está relacionada à contratação de empréstimos, para quem contratou consignado do auxílio Brasil nos meses anteriores quando ainda estava sendo concedido. As parcelas seguirão sendo descontadas, assim como consta no contrato.

Caso seu benefício tenha sido cortado pela metade, confira no aplicativo do Cadastro Único, na aba “Consulta de Renda”, se a renda da sua família não está ultrapassando o limite de R$ 218.

Caso esteja e você desconheça o motivo desta alteração, vá presencialmente até o CRAS mais próximo e busque esclarecimento sobre o motivo pelo qual o valor do seu benefício diminuiu.

Se necessário, realize uma atualização e comprove os valores que a sua família recebe mensalmente.

Desta forma, o Ministério do Desenvolvimento Social irá analisar a sua situação e possivelmente, nos próximos meses, você poderá voltar a receber o valor no qual a sua família possui o direito.

Atualização dos aplicativos

Para aqueles que ainda estão aguardando pela atualização dos aplicativos, a dica que eu dou é a seguinte: aguarde até o dia 16.

Este processo de atualização do sistema é feito aos poucos e possivelmente o seu aplicativo ainda vai atualizar.

Caso chegue o dia do seu pagamento e o seu aplicativo ainda não tenha atualizado, ligue para a central de atendimentos e questione o motivo pelo qual você não está tendo acesso às informações do seu benefício.

Para saber se você ainda vai receber o benefício, siga estas etapas:

1. Consulte seu NIS:

  • Pelo CPF: Acesse o site Cidadão Caixa ou ligue para 4004-0104 (capitais e regiões metropolitanas) ou 0800 104 0104 (demais regiões).
  • Pelo Cartão Cidadão: Ligue para 4004-0104 (capitais e regiões metropolitanas) ou 0800 104 0104 (demais regiões).
  • Pelo aplicativo Caixa Tem: Baixe o aplicativo na Google Play Store ou App Store, acesse com seu CPF e senha, e procure a opção “NIS”.

2. Verifique seu status no CadÚnico:

  • Pelo site: Acesse o Cadastro Único e digite seu CPF ou NIS.
  • Pelo aplicativo: Baixe o aplicativo “Meu CadÚnico” na Google Play Store ou App Store, acesse com seu CPF e senha, e procure a opção “Consultar Cadastro”.
  • Pelo telefone: Ligue para 0800 726 0207.

3. Consulte o calendário de pagamentos:

  • Pelo aplicativo: Baixe o aplicativo “Bolsa Família” na Google Play Store ou App Store, acesse com seu CPF e senha, e procure a opção “Calendário de Pagamentos”.

Calendário de pagamento – abril

Por fim, confira o calendário oficial de pagamento do Bolsa Família do mês de abril:

Último dígito do NIS Data do Pagamento
1 17 de abril
2 18 de abril
3 19 de abril
4 22 de abril
5 23 de abril
6 24 de abril
7 25 de abril
8 26 de abril
9 29 de abril
0 30 de abril
Fonte: Ministério do Desenvolvimento e Assistência Social, Família e Combate à Fome (MDS)

O pagamento é creditado na conta Caixa Tem nos últimos 10 dias úteis de cada mês, de acordo com o final do Número de Identificação Social (NIS) do responsável familiar.

O Caixa Tem é um aplicativo gratuito da Caixa Econômica Federal que oferece diversos serviços além do pagamento do Bolsa Família.

Alguns dos principais benefícios do Caixa Tem são:

  • Pagamento de outros benefícios sociais:

    • Abono Salarial PIS/Pasep
    • Seguro-desemprego
    • Auxílio Brasil
    • Benefício de Prestação Continuada (BPC)
    • Tarifa Social de Energia Elétrica
    • Abono Salarial
    • Fundo de Garantia por Tempo de Serviço (FGTS)
  • Transferências e pagamentos:

    • Transferências ilimitadas para outros bancos (TED)
    • Transferências ilimitadas para Caixa (DOC)
    • Pagamento de contas e boletos
    • Recarga de celular
    • Pix
  • Serviços bancários:

    • Consulta de saldo e extrato
    • Abertura de conta digital
    • Cartão de débito virtual
    • Empréstimos

Além dos benefícios acima, o CAIXA Tem libera cartão de crédito e empréstimo para beneficiários do Bolsa Família.

O Cartão de Crédito CAIXA Tem é exclusivo para clientes do CAIXA Tem, contratado digitalmente pelo aplicativo.

Permite compras à vista ou parceladas.

Requer renda mínima de R$ 200,00 e cadastro atualizado no CAIXA Tem. A aprovação depende da análise de crédito da Caixa.

Beneficiários do Bolsa Família podem ter cartão de crédito desde que atendam aos requisitos do banco.

Alguns cartões recomendados para esse público não exigem renda mínima ou consulta ao SPC e Serasa:

  • Cartão Pão de Açúcar Platinum: com programa de pontos e cashback.
  • Itaucard Click Platinum: Sem renda mínima, sem anuidade, com programa de pontos.
  • Cartão Digio Visa Gold: Sem renda mínima, anuidade de 12x R$ 4,99, com programa de pontos e cashback.
  • Cartão Will Bank: Sem renda mínima, sem anuidade, com programa de pontos e cashback.
  • Cartão C6: Sem renda mínima, sem anuidade, com programa de pontos e cashback.