Pensão por morte: Por quanto tempo posso receber ?

No mercado de trabalho, palavras como contribuições, pensões e aposentadoria são freqüentemente ouvidas. Esses são direitos de seguridade social que cobrem várias pessoas.

A pensão por morte é uma espécie de benefício concedido aos familiares do segurado. Os trabalhadores que contribuíram para sua vida podem deixar ajuda para seus filhos, sua esposa e até mesmo para seus próprios pais.

Pode provar diferentes graus de dependência. O segurado que se preocupa com essas questões deve confirmar que as contribuições estão em dia.Saiba mais sobre o benefício por morte abaixo.

Normas e critérios para a pensão por morte

Pensão por morte: Quem poderá ser incluso como dependente?
 

Conforme mencionado anteriormente, a característica da indenização por morte é o auxílio deixado pelos segurados aos seus dependentes. Assim, com o falecimento do segurado, seus familiares passam a receber um valor mensal equivalente ao benefício por morte.

Os filhos menores de 21 anos e os cônjuges são considerados dependentes de 1ª classe, enquanto os pais do segurado são classificados como de 2ª classe e os irmãos menores de 21 anos ou com deficiência ou com deficiência.

Dependentes de segunda e terceira classes somente podem ter acesso ao benefício se o segurado falecido não tiver deixado dependentes de primeira classe.

O beneficiário não tem prazo para a apresentação do pedido de direito ao seguro social, o pagamento será calculado a partir do falecimento do segurado.

Para solicitar a aposentadoria por idade neste procedimento, é necessária a apresentação da certidão de óbito do contribuinte, demais documentos do seguro como CPF e RG, Certidão de Casamento e / ou União Estável.

Caso os pais ou irmãos desejem requerer este direito, é necessária a apresentação de documentos que comprovem a dependência. Os exames e relatórios são necessários em situações em que o dependente tem uma deficiência ou deficiência grave.

E quanto vale o benefício?

O cálculo para obter o valor disponibilizado aos dependentes dos contribuintes já aposentados considera 50% do valor familiar mais 10% para cada um dos dependentes considerados.

Se o contribuinte faleceu antes da aposentadoria, 60% da contribuição é incluído no cálculo e um adicional de 2% é adicionado para cada ano trabalhado após 20 anos de contribuição.

Os familiares com deficiência grave ou comprovada podem receber 100% dos benefícios.

Os aposentados podem acumular assistências, mas devem escolher a mais vantajosa, para que os dependentes tenham acesso apenas a parte dos demais benefícios.

Tempo de duração para cada classe de dependentes

Os filhos dependentes podem ser pagos até a idade de 21 anos e podem continuar a receber se tiverem uma deficiência grave ou forem considerados deficientes.

As mesmas regras se aplicam aos irmãos e irmãs do segurado. Parceiros com menos de 21 anos podem desfrutar de uma pensão de três anos e aqueles entre 21 e 26 anos podem desfrutar de uma pensão de seis anos.

Cônjuges com idades entre 27 e 29 anos podem receber até 10 anos de remuneração. Pessoas entre 30 e 40 anos podem receber uma pensão de 15 anos.

Os cônjuges de 41 a 43 anos recebem 20 anos de remuneração, enquanto os cônjuges de 44 anos ou mais recebem uma remuneração vitalícia.

%d blogueiros gostam disto: