PIS 2021

Saiba se o PIS 2021 será pago ainda em 2022

Com o fim dos pagamentos do PIS/Pasep para o ano base 2020, muitos brasileiros já aguardam para receber o abono novamente, mas agora a partir do calendário referente ao ano passado, 2021.

Nesse sentido, vale destacar que a recomendação da Controladoria Geral da União adiou o complemento salarial para 2020, pelo que foi pago apenas no início do ano, fevereiro a março de 2022.

Além disso, é importante saber que a Caixa Econômica Federal encerrou no dia 31 de março todos os depósitos calendário de abono de PIS/Pasep para quem trabalhava com carteira assinada em 2020.

Não é à toa que as pessoas estão interessadas em saber quando o novo PIS será pago para quem trabalhou no ano-base 2021.

O Programa de Integração Social (PIS) e o Programa de Formação de Ativos do Servidor Público (Pasep) estão disponíveis apenas para quem ganha em média 2 salário mínimo (R$ 2.424) e contratos já firmados durante o ano.

Quem é o responsável por pagar o abono?

O agente bancário que paga o subsídio para quem trabalha no setor privado é a Caixa Econômica, enquanto os funcionários públicos são pagos pelo banco brasileiro.

Quem decide o calendário e como é pago é uma comissão deliberativa do Governo Federal e do Fundo de Amparo ao Trabalhador (CODEFAT).

Além dessas informações, também sabemos que novos pagamentos para 2021/base foram provisoriamente previstos para ocorrer em 2022 logo após o governo propor o abono de 2020; no entanto, até o momento não há uma definição clara para o novo calendário do PIS 2021.

Quando cai o abono para quem trabalhou no ano de 2021?

O Conselho Deliberativo do Fundo de Amparo ao Trabalhador (CODEFAT) deve determinar quando novos pagamentos ocorrerão apenas no segundo mandato. Além disso, se o abono de PIS/Pasep 2021 for pago ainda este ano, isso só deve acontecer no último trimestre de 2022.

No entanto, é mais provável que o governo não anuncie a data de pagamento do subsídio de 2021 até o início do próximo ano, por exemplo, o calendário deste ano só é divulgado em fevereiro.

Requisitos para receber o PIS/Pasep

Para receber os benefícios, os trabalhadores devem atender a alguns requisitos:

  • Receber remuneração de até dois salários mínimos mensais em média durante o ano-base (2020);
  • Estar cadastrado no PIS/PASEP há pelo menos cinco anos;
  • Pelo menos 30 dias de atividade remunerada no ano base considerado para cálculo;
  • Conseguir que os empregadores (PJs) informem adequadamente os dados na Relação Anual de Informações Sociais (RAIS).

Ressaltamos também que enquanto o novo calendário não está definido, ainda há cerca de 500 mil pessoas que ainda não sacaram o abono de PIS/Pasep de 2020. Certifique-se de que você não é um deles!

CONTINUE LENDO ->

%d blogueiros gostam disto: