×

Prazo para Atualização do Bolsa Família

Atualização do Bolsa Família

Prazo para Atualização do Bolsa Família

Neste artigo, discutiremos a importância da atualização do Bolsa Família e o prazo final para fazê-lo. Muitas pessoas estão sendo canceladas do programa por não receberem a visita do funcionário do CRAS em suas casas.

No entanto, é importante entender que nem todos os beneficiários precisam dessa visita.

Vamos analisar os detalhes desse contexto para que você entenda melhor a situação.

A Importância da Atualização do Bolsa Família

Como você já deve saber, o governo federal está realizando um pente-fino no programa Bolsa Família para identificar aqueles que não têm direito ao benefício.

Infelizmente, algumas pessoas que realmente precisam do auxílio estão sendo prejudicadas por causa desse processo.

Elas têm seus benefícios bloqueados e não conseguem desbloqueá-los ou atualizar seus dados junto ao CRAS. Os NIS que serão averiguados no Bolsa Família podem estar incluídos nesse grupo.

Porém, é importante ressaltar que nem todos os beneficiários precisam da visita do funcionário do CRAS para atualizar seus cadastros. Isso se aplica apenas a um público específico, conhecido como público três.

Quem é o Público Três?

O público três é composto por pessoas que receberam uma mensagem em seus aplicativos do Bolsa Família informando que seus benefícios foram bloqueados para averiguação cadastral.

Essas pessoas precisam procurar o setor do Cadastro Único em sua cidade até o dia 12 de abril para evitar o cancelamento definitivo do benefício.

No aplicativo do Cadastro Único, é possível visualizar essa informação nas pendências do cadastro.

Ao regularizar essa situação, um servidor do Cadastro Único precisará ir até a casa do beneficiário para atualizar os dados da família.

Essa atualização deve ocorrer até o dia 12 de abril de 2024.

O que Acontece se o Prazo Não For Cumprido?

Caso o funcionário do CRAS não visite a casa do beneficiário até o dia 12 de abril, o benefício do programa Bolsa Família será cancelado.

Portanto, é fundamental que as pessoas do público três entrem em contato com o CRAS e façam uma reclamação caso não tenham recebido a visita.

É importante lembrar que o funcionário do CRAS é um servidor da prefeitura e, portanto, submisso ao prefeito. Portanto, é recomendável entrar em contato com um vereador ou com o prefeito para resolver essa situação.

Outras Informações Importantes

Além disso, é importante mencionar que o calendário operacional do Bolsa Família confirma a data limite para cadastramento e alterações cadastrais como sendo o dia 12 de abril.

Essa é a data em que o Ministério do Desenvolvimento Social realizará a extração dos dados do Cadastro Único para atualizar o sistema do Bolsa Família.

Portanto, se você é do público três e ainda não recebeu a visita do funcionário do CRAS, é essencial que você entre em contato com o órgão responsável o mais rápido possível.

Não deixe para a última hora, pois o prazo é curto e o cancelamento do benefício pode ocorrer caso os dados não sejam atualizados.

Lembre-se de compartilhar essa informação com todos que você conhece para que eles também estejam cientes do prazo final para a atualização do Bolsa Família.

Divulgue nas redes sociais, grupos de WhatsApp e outros meios de comunicação para garantir que o máximo de pessoas seja alcançado.

Esperamos que essa explicação tenha sido clara e útil para você entender a importância da atualização do cadastro do Bolsa Família e o prazo final para fazê-lo.

Se você ainda não atualizou seus dados ou está aguardando a visita do funcionário do CRAS, não deixe para a última hora.

Entre em contato com o órgão responsável o quanto antes para evitar o cancelamento do benefício.

Para receber o Bolsa Família em 2024, é necessário atender aos seguintes requisitos:

  • Renda mensal per capita de até R$ 218,00. A renda per capita é calculada dividindo-se a renda total da família pelo número de pessoas que a compõem.
  • Estar cadastradas no Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal (CadÚnico). O CadÚnico é um registro que reúne informações sobre as famílias brasileiras de baixa renda.
  • Comprovar frequência escolar das crianças e adolescentes de 6 a 17 anos. As crianças e adolescentes de 6 a 17 anos devem estar matriculados na escola e frequentando as aulas regularmente.
  • Realizar acompanhamento de saúde de crianças e gestantes. As crianças de 0 a 6 anos e as gestantes devem ser acompanhadas pela rede de saúde pública.

Além desses requisitos, a família também deve cumprir com as regras estabelecidas pelo programa.

Essas regras incluem:

  • Manter os dados atualizados no CadÚnico. As famílias devem informar ao governo qualquer alteração nos seus dados pessoais ou familiares.
  • Participar de ações e programas de assistência social. As famílias podem ser convidadas a participar de ações e programas de assistência social, como cursos profissionalizantes, atividades culturais e esportivas.

Os benefícios do Bolsa Família são pagos mensalmente por meio da Caixa Econômica Federal. O valor do benefício varia de acordo com a composição familiar e a renda per capita.

Para se inscrever no Bolsa Família, a família deve procurar um Centro de Referência de Assistência Social (CRAS) da sua cidade.

O CRAS é uma unidade pública que oferece serviços de assistência social às famílias em situação de vulnerabilidade social.

A inscrição no Bolsa Família é gratuita e não é necessário pagar nenhum valor para participar do programa.

Os benefícios do Bolsa Família em 2024 são especificados da seguinte maneira:

Benefício Básico:

  • Valor mínimo: R$ 600,00
  • Valor máximo: R$ 900,00

O montante do Benefício Básico é estabelecido conforme a renda familiar per capita, seguindo a tabela abaixo:

Renda familiar per capita Valor do Benefício Básico
Até R$ 105,00 R$ 600,00
De R$ 105,01 a R$ 126,00 R$ 650,00
De R$ 126,01 a R$ 147,00 R$ 700,00
De R$ 147,01 a R$ 168,00 R$ 750,00
De R$ 168,01 a R$ 189,00 R$ 800,00
De R$ 189,01 a R$ 210,00 R$ 850,00
De R$ 210,01 a R$ 231,00 R$ 900,00

Benefício Primeira Infância:

  • Valor: R$ 150,00 por criança de até 6 anos de idade

Benefício Composição Familiar:

  • Valor: R$ 50,00 por gestante ou lactante

Benefício de Superação da Extrema Pobreza:

  • Valor: R$ 200,00 por família com renda familiar per capita inferior a R$ 105,00

Benefício Variável:

  • Valor: até R$ 200,00 por família, dependendo da frequência escolar e vacinação das crianças e adolescentes de 7 a 17 anos

Benefício Extraordinário de Transição:

  • Valor: Completa o valor do benefício para famílias que recebiam mais no Auxílio Brasil do que no Bolsa Família.

O total recebido por cada família é a soma do Benefício Básico com os demais benefícios correspondentes.

Exemplo:

Uma família com 4 membros, com renda per capita de R$ 150,00, e duas crianças de até 6 anos, receberá:

  • Benefício Básico: R$ 600,00
  • Benefício Primeira Infância: R$ 150,00 x 2 = R$ 300,00

Total: R$ 900,00

Nota Importante:

  • Os valores dos benefícios podem sofrer alterações por parte do governo federal.
  • Para verificar a elegibilidade ao Bolsa Família, consulte o site do programa ou contate um Centro de Referência de Assistência Social (CRAS).

Calendário e Formas de Pagamento do Bolsa Família

O pagamento do Bolsa Família inicia nos últimos dez dias úteis de cada mês, seguindo o calendário tradicional.

A data exata do pagamento varia de acordo com o último dígito do Número de Inscrição Social (NIS) do responsável familiar.

Os valores são depositados em uma conta corrente da Caixa Econômica Federal, em nome do responsável familiar. Se o beneficiário não possuir conta na Caixa, uma será aberta automaticamente.

Os saques podem ser realizados em caixas eletrônicos da Caixa ou em casas lotéricas.

Além disso, o cartão do Bolsa Família pode ser utilizado para compras em estabelecimentos comerciais, como lojas e supermercados.

Deixe uma resposta