×

Quem recebe Bolsa Família pode também receber BPC Em 2023 e 2024?

BPC

Quem recebe Bolsa Família pode também receber BPC Em 2023 e 2024?

Uma notícia bastante positiva foi confirmada pelo presidente  para os beneficiários do Benefício de Prestação Continuada (BPC) em 2023 e 2024.

Segundo informações do Ministério do Desenvolvimento Social (MDS), aqueles que recebem o Bolsa Família agora podem ser inscritos no BPC. A seguir, detalharemos todos os pormenores dessa novidade.

O Benefício de Prestação Continuada (BPC) é um direito assegurado aos cidadãos que não contribuíram para o INSS, mas que têm direito a receber um determinado valor.

Ele é disponibilizado para idosos com 65 anos ou mais e pessoas com deficiência de qualquer idade que enfrentem impedimentos para trabalhar. O valor mensal garantido aos beneficiários é equivalente a um salário mínimo.

BPC

Conforme anunciado pelo presidente, esses indivíduos que recebem o Bolsa Família agora podem fazer parte do rol de beneficiários do BPC.

Para participar, o processo é bastante simples: os beneficiários do Bolsa Família precisam apenas se enquadrar no limite de renda estabelecido.

No novo Bolsa Família, o limite de renda per capita mensal familiar é de R$ 218. Desde que atendam a esse critério, eles têm direito a receber o benefício.

Calendário do Bolsa Família em setembro

Segue abaixo o calendário completo de pagamentos do Bolsa Família para o mês de setembro:

  • Final do NIS 1: 18 de setembro (liberado em 16/09);
  • Final do NIS 2: 19 de setembro;
  • Final do NIS 3: 20 de setembro;
  • Final do NIS 4: 21 de setembro;
  • Final do NIS 5: 22 de setembro;
  • Final do NIS 6: 25 de setembro (liberado em 23/09);
  • Final do NIS 7: 26 de setembro;
  • Final do NIS 8: 27 de setembro;
  • Final do NIS 9: 28 de setembro;
  • Final do NIS 0: 29 de setembro.

As parcelas podem ser movimentadas através do Caixa Tem, disponível para celulares com sistema Android ou iOS.

Além disso, as transações financeiras dos valores podem ser efetuadas pelo antigo cartão do Auxílio Brasil.

Inscrição no Bolsa Família em 2023

É importante destacar os requisitos essenciais para participar do Bolsa Família. Para ser elegível ao programa, os beneficiários devem ter uma renda per capita mensal familiar de até R$ 218.

Aqueles que ultrapassarem esse limite ainda podem receber as parcelas do benefício, desde que a renda total da família não exceda o valor de meio salário mínimo.

A partir do pré-cadastro, os beneficiários do Bolsa Família podem acessar seus dados, o que agiliza o processo de inscrição no programa.

Conforme o Cadastro Único (CadÚnico), os cidadãos têm até 120 dias para comparecer a um posto de atendimento e apresentar os documentos de identificação obrigatórios, bem como os documentos de outros membros da família.

Após esse procedimento, o cadastro é finalizado e o beneficiário entra na lista de espera, caso cumpra os requisitos de participação.

BPC: Governo emite aviso importante aos beneficiários em 15/09; saiba mais

Benefício de Prestação Continuada (BPC): O Benefício de Prestação Continuada (BPC) é um programa do governo brasileiro voltado para garantir uma renda mínima para pessoas em situação de vulnerabilidade que não contribuíram com o Instituto Nacional do Seguro Social (INSS).

Ele é destinado principalmente a dois grupos:

  1. Idosos com 65 anos ou mais: Para idosos nessa faixa etária que não possuem meios de subsistência e não contribuíram para o INSS, o BPC garante o pagamento de um salário mínimo mensal.
  2. Pessoas com deficiência de qualquer idade: Pessoas com deficiência que apresentem impedimentos para o trabalho também têm direito ao BPC, independentemente da faixa etária. O valor do benefício é o mesmo: um salário mínimo por mês.

Bolsa Família: O Bolsa Família é outro programa de transferência de renda do governo brasileiro, que visa combater a pobreza e a desigualdade social.

Ele é direcionado para famílias em situação de pobreza ou extrema pobreza. O valor do benefício varia de acordo com a composição familiar e a renda per capita.

A Novidade em 2023 e 2024: A grande novidade é que agora os beneficiários do Bolsa Família podem também se inscrever no BPC, desde que cumpram os critérios estabelecidos.

Um dos principais critérios é a renda per capita mensal familiar, que não pode ultrapassar R$ 218 para que a família seja elegível tanto ao Bolsa Família quanto ao BPC.

Essa mudança tem o potencial de beneficiar ainda mais pessoas em situação de vulnerabilidade, permitindo que recebam um apoio financeiro adicional, além do Bolsa Família, se atenderem aos requisitos do BPC.

Inscrição e Procedimentos: Para se inscrever no Bolsa Família, é essencial cumprir os requisitos de renda estabelecidos e realizar um pré-cadastro.

Os beneficiários têm até 120 dias para comparecer a um posto de atendimento e apresentar os documentos obrigatórios de identificação, bem como os documentos de outros membros da família.

Após esse processo, o cadastro é finalizado, e o beneficiário entra na lista de espera, caso cumpra os requisitos de participação.

Em resumo, essa novidade proporciona uma oportunidade importante para que famílias em situação de pobreza ou extrema pobreza tenham acesso a mais recursos financeiros e, consequentemente, melhorem suas condições de vida em 2023 e 2024.

É uma iniciativa relevante para reduzir a desigualdade e promover o bem-estar dessas famílias no Brasil.

Acesse: Meu Bolsa Família